NiTfm live

na cidade

Melhor do que Simba: estas três novas crias de leão são lindas e estão no zoo

Na Semana do Ambiente, o Jardim Zoológico recebe mais animais. As fotos são incríveis.
Uma maravilha (Foto de Carlos Nunes).

Enquanto o mundo conta os dias para a estreia do próximo filme de “O Rei Leão” e se derrete perante as primeiras fotos divulgadas do pequeno Simba, há três novas e adoráveis crias verdadeiras de leão-africano para conhecer no Jardim Zoológico de Lisboa.

Entre os dias 5 e 10 de junho assinala-se a Semana do Ambiente com a apresentação destas três crias de panthera leo, que têm apenas sete meses de idade. Estes “reis da savana africana”, como explica o zoo, são dois machos e uma fêmea e convidam os visitantes a saber todas as curiosidades sobre a espécie ao mesmo tempo que participam em atividades lúdico-pedagógicas que pretendem incentivar a conservação da natureza — e das espécies em risco.

O nascimento dos novos membros aumenta para dez o número de elementos do clã no espaço de Lisboa. A espécie, classificada como “vulnerável” pelo IUCN (International Union for Conservation of Nature), está em acentuado declínio no habitat natural devido à caça ilegal para obtenção de troféus, à fragmentação do habitat e à perseguição e caça levada a cabo por populações locais. Por isso, a reprodução em parques como o Jardim Zoológico tem enorme importância, acrescentam os responsáveis.

O leão-africano é o maior carnívoro do seu continente. O macho é maior e mais pesado do que a fêmea e exibe uma grande juba que se começa a notar a partir dos três anos. Ambos os sexos têm tufos de pelos na ponta da cauda, que utilizam na comunicação entre o grupo, além de expressões corporais e vocalizações que resultam em sonantes rugidos.

As três crias serão amamentadas pela progenitora ao longo de cerca de dois anos, aprendendo com o grupo, por observação e entre brincadeiras, a caçar, camuflar-se e a compreender a hierarquia estabelecida.

Durante a Semana do Ambiente, as iniciativas começam assim junto dos leões, pelas 10h15, com a presença de um biólogo que irá desvendar curiosidades sobre as mais recentes crias, ao mesmo tempo em que decorre um “enriquecimento ambiental” especial que estimulará os comportamentos naturais da espécie.

A 5 de junho (Dia do Ambiente), todos serão convidados a participar numa atividade de plantação de salsa e manjericão, que será feita em vasos para os visitantes levarem para casa, visando aproximá-los da natureza.

No dia 7 de junho haverá espaço para um momento musical protagonizado por duas turmas vencedoras do concurso de escolas, no âmbito do musical infantil “Zoo”. No Dia dos Oceanos, 8 de junho, a oficina “Estranhos habitantes de uma cidade de plástico” promoverá uma utilização consciente do plástico, a procura de alternativas e o reconhecimento de potencialidades criativas e expressivas no desperdício.

Os preços para entrar no Jardim Zoológico de Lisboa começam nos 14,50€ para miúdos dos três aos 12 anos. Os adultos pagam 22€ e os seniores 16€. As crianças até aos dois anos não pagam.

Carregue na galeria para conhecer melhor estas três novas crias de leão.