NiTfm live

Na cidade

Ryanair vai encerrar a base em Faro

A decisão da companhia aérea low cost vai avançar já em janeiro do próximo ano.
Temos novidades.

A Ryanair já tomou a sua primeira medida para 2020: fechar a sua base no Aeroporto de Faro. A decisão, que foi anunciada na terça-feira, 6 de agosto, será uma realidade a partir de janeiro. Mas, calma, a companhia aérea low cost vai manter os voos no espaço algarvio.

Este encerramento pode significar também o despedimento de 100 trabalhadores. Porém, Luciana Passo, presidente do Sindicato Nacional do Pessoal de Voo da Aviação Civil (SNPVAC), garantiu à agência Lusa, citada pelo site “Sapo 24”, que, para já, não estão em causa mais empregos em Portugal — a Ryanair também tem bases no Porto, em Lisboa e nos Açores.

A dirigente esclareceu ainda que a decisão sobre o Aeroporto de Faro “estava tomada há muito tempo” e que “não foi por causa de greve” dos tripulantes marcada para 21 a 25 de agosto. 

Revelou ainda que, a partir desta quarta-feira, dia 7, a companhia aérea deverá anunciar o encerramento de mais bases na Europa. Mas as mudanças não devem ficar por aqui. 

Recentemente, a companhia irlandesa admitiu também que poderá despedir até 500 pilotos e 400 tripulantes de cabine, devido à saída do Reino Unido da União Europeia, ao aumento do preço dos combustíveis e, também, ao atraso na entrega dos aviões Boeing 737 Max.