na cidade

Rendas entre os 200 e os 500€ no novo projeto para Entrecampos

Serão criadas 900 casas, e 700 delas em regime de rendas acessíveis. O investimento ronda os 750 milhões de euros.

Foto de Facebook da "Câmara Municipal de Lisboa"

Fernando Medina prometeu e cumpriu: na quarta-feira, 16 de maio, a Câmara de Lisboa apresentou à imprensa o novo projeto Operação Integrada de Entrecampos, uma intervenção relacionada com os terrenos da antiga Feira Popular. Abandonados há mais de 15 anos, os quatro hectares no centro de Lisboa serão usados na sua maioria para a construção de um centro de escritórios.

Os 20 hectares à volta deste centro servirão para a construção de casas, equipamentos sociais, espaços de comércio e zonas verdes. Em comunicado publicado na página Facebook da Câmara, a autarquia informa que serão construídas 900 habitações, 700 das quais em regime de Rendas Acessíveis (entre os 200€ e os 500€).

Num investimento que ronda os 750 milhões de euros, 60% dos espaços serão usados para a criação de jardins e parques. Na projeção é possível ver o que aparenta ser um lago, no centro de um enorme relvado.

Projeto de Entrecampos
Foto de Facebook da “Câmara Municipal de Lisboa”

O projeto será dividido em três parcelas que vão ser vendidas em hasta pública. Como avança o jornal Público, os compradores terão obrigatoriamente de cumprir à risca o plano apresentado. Medina prevê a aprovação formal do projeto até ao verão.