NiTfm live

Na cidade

Regata de Portugal: vêm aí 4 dias de sunsets e arraiais em Lisboa

De 30 de maio a 2 de junho, o Terminal de Cruzeiros de Lisboa vai ser o spot mais cool da cidade.
Loucura.

Se a primeira edição da Regata de Portugal, em outubro de 2018, foi um sucesso — com velejadores de vários países, comida feita pelos melhores chefs, muita música e milhares de visitantes — a segunda vai ser a loucura. 

De 30 de maio a 2 de junho, a segunda edição da Regata de Portugal vai aliar as provas dos velejadores aos arraiais dos Santos Populares, em Lisboa. O objetivo, segundo Francisco Mello e Castro, CEO da Regata de Portugal, é: “Transformar o Tejo num grande espetáculo, tanto em água como em terra. Queremos que este seja o spot dos Santos Populares mais cool de Lisboa”. Durante os quatro dias a festa começa às 17 horas e só termina às 2 da manhã.

No passado dia 14 de maio, terça-feira, a NiT assistiu à apresentação oficial do cartaz completo da Regata de Portugal. A bordo do Barco Évora, em pleno rio Tejo, foram apresentadas as oito equipas nacionais e internacionais que vão competir a bordo dos ágeis trimarãs Diam 24 — uma australiana, uma espanhola, uma francesa, duas holandesas, uma sueca e duas portuguesas. 

Ao comando das duas equipas portuguesas vão estar Jorge Lima, atleta olímpico, e Hélder Basílio. Os velejadores vão competir diariamente em modo “Fleet Racing” a partir das 17 horas. Só deverão voltar a terra cerca de quatro horas mais tarde.  

O que acontece no recinto

Em terra, a festa não vai parar. O recinto é bem maior do que o anterior e pretende “aproximar as pessoas do rio”, afirma o CEO do projeto. Vai haver dois palcos: um flutuante (Palco Tejo) e outro em terra (Palco Terra); um mercado e um restaurante.

É isto que vai encontrar.

No palco Tejo, durante a competição, vão estar velejadores e apresentadores especiais a comentar todas as provas. Os atores Ricardo Carriço e Lourenço Ortigão, os apresentadores Isabel Silva e Fernando Alvim e o cantor Toy serão alguns deles. 

Assim que a competição acabar, arranca o sunset neste palco no rio com os DJ da Rádio Comercial — Wilson Honrado, Nuno Luz, Rob Willow e Ana Isabel Arroja.

“Nunca assisti a uma regata e, por isso, estou muito feliz por ter recebido este convite. Isto vai ser muito mais do que uma competição porque, depois do sunset, queremos receber muitas famílias para brindarmos juntos aos Santos Populares”, conta Isabel Silva.

No palco Terra a festa começa a partir das 21 horas. Os Santos Pa’Pulares, dos mesmos criadores das festas Revenge of the 90’s, vão pôr toda a gente a dançar em modo bailarico e ao som de música pimba — como um verdadeiro arraial deve ser. 

No dia 30, o cabeça de cartaz é Iran Costa e, no dia seguinte, Ágata vai convencer todos a cantar “Perfume de mulher”. No dia 1 de junho, começa o Arraial da NiT, com uma atuação de Mónica Sintra naquele que promete ser o melhor Arraial do Rio Tejo. Depois, são os DJ da NiTfm que o vão acompanhar até às 2 horas. No domingo, dia 2 de junho, a festa termina às 21 horas. O DJ André Henriques será o cabeça de cartaz do arraial.

A entrada no evento é gratuita. Tal como no ano passado, a gastronomia estará a cargo do chef Vítor Sobral. O restaurante Cais Tejo planeou uma carta inspirada nos arraiais e Santos Populares.

Este artigo foi escrito em parceria com a Regata de Portugal.