NiTfm live

na cidade

O lixo pode acumular-se em Lisboa: há greve na recolha até domingo

Em plena altura das festas da cidade, há um pré-aviso de greve dos trabalhadores do setor e são esperadas perturbações.
Pode haver constrangimentos.

Os próximos dias prometem ser de festa em Lisboa e com muitos visitantes, comida e bebida, mas todos terão de ter cuidados extra a acondicionar o lixo.

A Câmara Municipal de Lisboa informou esta quarta-feira, 12 de junho, que devido ao pré-aviso de greve convocada pelo Sindicato Nacional dos Trabalhadores da Administração Local e Regional (STAL) para os próximos dias haverá constrangimentos na recolha de lixo da cidade. Nos dias 13, 14, 15 e 16 de junho — ou seja, até domingo — poderá ser afetado o normal funcionamento.

Em comunicado, a autarquia adianta que os serviços da Direção Municipal de Higiene Urbana, em colaboração com as Juntas de Freguesia, irão desenvolver “todos os esforços para minimizar as consequências da situação”, bem como, após o período em causa, proceder à rápida normalização do sistema de remoção do lixo e atividades complementares, como a recolha de lixos volumosos. A Câmara pede ainda a compreensão da população face a eventuais transtornos.

Já tinha sido anunciado que, devido ao feriado de Dia de Santo António, na noite de 13 para 14 de junho não haveria recolha de lixo indiferenciado, com a exceção das zonas da cidade em que está implementado o sistema de recolha seletiva  porta a porta: Alfama, Bairro Alto e Mouraria.

O pré-aviso de greve deverá agravar esta situação e não é só em Lisboa. Também a Câmara de Almada publicou uma nota onde avisa que, devido à greve dos trabalhadores da limpeza e recolha urbana, estão previstos constrangimentos na recolha de resíduos urbanos, limpeza pública e limpeza das praias até à madrugada de 15 de junho, sábado.