NiTfm live

na cidade

Smash it: a primeira Rage Room do País chegou e vai poder partir a loiça toda

Pode partir loiça, os computadores, garrafas, brinquedos. Aqui não se joga a escapar — parte-se — e tudo acontece em Benfica.

A terapia de destruir coisas.

O número 19 da pacata Rua das Furnas, em Benfica, perto do Jardim Zoológico, vai virar campo de guerra. Não entre duas nações ou duas pessoas, mas entre um visitante e todos os objetos que ele ou ela quiser destruir, até ao ultimo estilhaço, para libertar stress ou por pura diversão.

Ninguém duvida que as descargas de força, desde que controladas, podem ajudar a descomprimir e a libertar energia e stress. Depois de um enorme sucesso das rage rooms em todo o mundo, dia 5 de outubro, sexta feira (feriado), é inaugurada pelas 14 horas (fecha às 22 horas), a Smash It Room.

Novidade em Portugal, pretende ser um espaço divertido, onde cada um pode finalmente realizar aquele desejo de partir tudo sem restrições. Garrafas, televisores, bonequinhos de porcelana, pratos, microndas, ou aquela impressora que teima em nos tirar do sério.

Até pode partir um quarto inteiro, um escritório ou cozinha. E também um boneco, no qual pode ser colocada uma foto da pessoa menos favorita. É só marcar, aparecer, partir e sair com espírito renovado, com banda sonora à escolha. A sala fornece todo o material e limpa tudo no fim.

A empresa é um projeto comum de dois amigos de longa data. João Amil, de 37 anos, que teve a ideia, e César Lemos, de 39, desenvolveram esta Smash It Room num curto espaço de tempo e, contam à NiT, acreditam que é o tipo de negócio que pode resultar em todo o lado, a avaliar pelo sucesso, sempre que surge no estrangeiro.

É giro, mas é para partir.

O horário será das 14 às 22 horas, de terça a domingo. No entanto, por marcação, podem fazer também reservas para as manhãs ou às segundas.

A sala tem várias regras, que a Smash It partilhou com a NiT: é para maiores de 18 anos, o equipamento de proteção é indispensável, há riscos possíveis na destruição de objetos que têm de ser entendidos, há objetos proibidos por motivos de higiene e uma série de questões semelhantes que lhe serão explicadas no local.

Os preços variam consoante o tempo e os materiais a partir: por exemplo, dez garrafas custam 9,95€ e dez garrafas + cinco itens variados + um  electrónico + Manequim custa 39.95€. Todas as informações podem ser tiradas através do site ou página de Facebook.

localização, contactos e horários