NiTfm live

Na cidade

Polícia manda parar condutores na marginal de Cascais para evitar passeios

As autoridades tiveram de intervir, face ao elevado número de viaturas a circular. O próprio presidente da Câmara de Cascais publicou um vídeo onde mostra o movimento.
A polícia teve de intervir.

As autoridades tiveram que mandar parar muitos dos condutores que na tarde deste domingo, 22 de março, circulavam na marginal de Cascais. A notícia, avançada pelo “Expresso”, dá conta de um cenário semelhante ao que se verificou de manhã nas marginais de Matosinhos e da Póvoa de Varzim, onde centenas de pessoas saíram à rua para passear, quebrando assim o isolamento imposto devido à epidemia de coronavírus.

Segundo o semanário, a polícia mandou parar todos os carros, um a um, na marginal de Cascais, junto à praia de Carcavelos. O objetivo desta ação? Desincentivar a circulação dos automobilistas em direção aos locais mais turísticos da linha de Cascais.

Durante a manhã circularam ainda várias imagens da Internet de pessoas a passear na praia, no paredão de Cascais e junto à zona do Guincho, num comportamento que vai contra todas as recomendações de saúde e num momento em que já há 1600 casos positivos de Covid-19 e 14 vítimas mortais. 

Esta tarde, o presidente da Câmara Municipal de Cascais partilhou um vídeo nas suas redes sociais a denunciar o excesso de movimento. Neste vídeo, pode ver-se uma quantidade muito grande de carros e também de pessoas a circular na estrada do Guincho. “Fiquem em casa, cumpram as recomendações orientaras pelas Autoridades Nacionais. Só assim vencemos está guerra.”, escreveu Carlos Carreiras no Facebook, alertando que, “caso contrário teremos que exercer medidas que todos podemos evitar.”