NiTfm live

Na cidade

Todos podem compostar: saiba onde o consegue fazer em Lisboa

Projeto inovador na área metropolitana de Lisboa já tem cinco espaços para quem quer aproveitar os restos, mas mora em prédios.
Em prol do meio ambiente.

Nos dias que correm, são cada vez mais os cidadãos com preocupações ambientais no seu dia a dia, e que entendem que a reciclagem é uma prioridade e que o desperdício é isso mesmo — um desperdício, que se acumula em contentores ou aterros. Sabendo que milhares de cidadãos estariam dispostos a alterar comportamentos e a dar o seu contributo para reduzir a sua pegada ecológica — mas vivem em prédios, sem quintais ou horas — a Valorsul desenvolveu um projeto inovador de compostagem comunitária.

Segundo a empresa de processamento de lixo, a compostagem é um processo 100 por cento natural onde os restos de vegetais ganham uma nova vida, transformando-se em fertilizante para a terra.

O programa “Todos podem compostar” está agora em modo de cruzeiro e disponibilizou um compostor comunitário em cinco espaços verdes da Área metropolitana de Lisboa. A população residente na envolvente de cada um destes cinco locais pode participar, entregando os seus resíduos orgânicos para serem transformados em fertilizante natural.

A entidade adianta que a implementação do projeto “foi realizada em parceria com os municípios, que são agora responsáveis pela sua gestão e manutenção”. O composto resultante será oferecido aos utilizadores ou utilizado pelo próprio município em questão.

A iniciativa permite a redução da quantidade de resíduos depositados nos contentores municipais, ao mesmo tempo que valoriza a matéria orgânica presente nos resíduos urbanos.

Para quem quer experimentar, há agora cinco locais na Grande Lisboa onde “Todos Podem Compostar”: Parque Central da Amadora; Parque Integrado da Ribeirada, em Odivelas; Parque Verde das Colinas do Cruzeiro, Odivelas; Quinta Pedagógica dos Olivais, em Lisboa; e Jardim do Ecobairro, em Vila Franca de Xira.