NiTfm live

Na cidade

Petição online exige redução da mensalidade de berçários, creches e pré-escolar

Alegam não ser justo o pagamento total de um serviço que os pais não usufruem, ao contrário das escolas que ensinam online.
Estes estabelecimentos encontram-se encerrados.

Está a circular pela Internet uma petição pública com o objetivo de reduzir a mensalidade dos berçários, creches e ensino pré-escolar. “Ao contrário das universidades e escolas que continuam a poder lecionar, educar e instruir através do ensino à distância, teletrabalho, Moodle e afins, os berçários, creches e pré-escolar continuam a cobrar aos pais um serviço por inteiro, sem qualquer demonstração de interesse na redução das mensalidades, quando efetivamente estes não estão a usufruir do serviço para o qual pagam”, pode ler-se no documento.

Visando a preocupação com os pais que se encontram em casa com os filhos e que veem uma redução “muito substancial do seu salário” neste período de estado de emergência, a petição exige a “redução proporcional aos dias de ausência no valor da alimentação, eliminação do valor das atividades extra curriculares e redução no valor da mensalidade proporcional ao número total de dias contemplados pelo decreto de estado de emergência”.

É ainda pedida uma resposta ao Presidente da República, governo e deputados, sobre medidas “urgentes e palpáveis” no que toca a esta situação que vários pais atravessam.