NiTfm live

na cidade

Peniche é fixe, e temos oito motivos para lá ir — além da praia

A cidade do surf, do forte e dos areais incríveis é um dos destinos que tem de visitar nos próximos tempos. A NiT preparou o roteiro perfeito para visitar aquela que é, para o The Guardian, uma melhores cidades costeiras da Europa.

Vista linda.

Quando se fala em Peniche, toda a gente pensa automaticamente em praia, ilha das Berlengas, Baleal e surf. Sim, existe realmente uma zona de praia classificada como património da UNESCO e sim, é incrível e dá umas fotos espetaculares para o Instagram, mas a cidade é muito mais do que isso. 

Depois de a NiT lhe ter dado os melhores motivos para ir a Leiria, ao Seixal, a Guimarães e a Aveiro, regressamos ao centro do País para lhe apresentar oito razões obrigatórias para passar as suas próximas mini-férias em Peniche. E até pode levar o cão consigo — ele já pode entrar na praia. 

Durante o dia, há caminhadas nas Berlengas, pizzas francesas e até insufláveis para os miúdos andarem aos saltos até se fartarem. À noite, pode entrar numa corrida de 15 quilómetros onde todo o percurso é iluminado por fogueiras, e toda a família pode participar, dos avós aos netos.

E como todos os verdadeiros guerreiros precisam do seu descanso, há ainda um espaço de glamping que abriu no verão de 2017 e onde até pode dormir numa casa na árvore. Se estiver a pensar ir lá, o melhor é começar já a repetir o nome como se fosse um mantra, para na altura saber dizê-lo sem se enganar. Chama-se Bukubaki. Só mais uma vez, e soletrado: Bu-ku-ba-ki.

E se dúvidas houvesse, o jornal britânico “The Guardian” acabou de escolher Peniche como uma das 12 melhores cidades costeiras do sul da Europa. 

Carregue na galeria para ver tudo o que pode — e deve — fazer em Peniche.