NiTfm live

na cidade

Patrulha Lime: a equipa que controla o estacionamento das trotinetes em Lisboa

A plataforma vai ter especialistas para ajudar os utilizadores. As zonas mais movimentadas terão maior intervenção.

A Câmara Municipal de Lisboa deixou o alerta este domingo, 3 de fevereiro: é necessário assegurar o estacionamento das trotinetes nos lugares próprios. Depois de alguns meses com os lisboetas a tropeçarem nos veículos caídos no chão e espalhados pelos passeios, o vereador responsável pela pasta da mobilidade, Miguel Gaspar, disse em entrevista ao jornal “ECO” que, tal como acontece com os carros e motas em cima dos passeios, as “trotinetas vão passar a ser fiscalizadas”. 

O ultimato do responsável autárquico, bem como as crescentes reclamações da população, obrigam as cinco empresas de velocípedes (Lime, Hive, Tier, Bungo e Voi) a repensar este tema. 

Por enquanto, a Lime (disponível para iOS e Android) foi a única plataforma que se pronunciou. A partir desta quarta-feira, 6 de fevereiro, vai passar a haver uma equipa especial para assegurar o bom funcionamento das trotinetes e apoiar os utilizadores da aplicação. O objetivo, assegura a Lime, é “organizar a cidade e incentivar as boas práticas de utilização e segurança.”  

A empresa terá 15 pessoas nas ruas mais movimentadas de Lisboa, que vão estar disponíveis durante 24 horas. A Patrulha Lime vai permitir também que qualquer pessoa possa reportar casos em que existam trotinetes mal estacionadas. Para isso, só tem de abrir a aplicação e carregar no ponto de exclamação da app.