NiTfm live

Na cidade

Este mês pode ver uma das chuva de meteoros mais intensas do ano

Este fenómeno astronómico acontece no dia 14 de dezembro. Mas não fica por aqui.
OMG, OMG, OMG!

2018 tem sido simpático no que diz respeito a fenómenos astronómicos, já que tivemos uma Super Lua, Lua Azul e o maior eclipse do século. Antes de acabar o ano, ainda tem direito a mais dois: uma chuva de meteoros e um cometa.

“No dia 7 [de dezembro], a Lua está em fase de lua nova. Uma semana depois, no dia 14, a Lua passa a cerca de quatro graus do planeta Marte”, explica Ricardo Cardoso Reis, do Planetário do Porto e do Instituto de Astrofísica e Ciências do Espaço, no jornal “Sul Informação“.

Nesse mesmo dia, haverá a chuva de meteoros, que será uma das mais intensas do ano, com uma média de meteoros por hora a rondar os 120.

O pico da chuva está previsto para perto do meio dia. Mas não se preocupe: as Geminíadas (é assim que se chamam) são conhecidas por manter o número de meteoros por hora próximo do máximo durante quase um dia — provavelmente, entre as 20 horas do dia 13, quinta-feira, e as 17 de dia 14, sexta.

A 15 de dezembro, a Lua atinge o quarto crescente. No dia seguinte, 16, acontece o segundo fenómeno: o cometa 46P/Wirtanen passa no ponto de maior aproximação da Terra (a cerca de 0,078 unidades astronómicas ou pouco mais de 11,6 milhões de quilómetros).