NiTfm live

na cidade

Old School Tours: o novo projeto português que o leva a passear em carros clássicos

A empresa organiza visitas acompanhadas e muitas atividades. Os preços começam nos 170€.
Uma experiência diferente.

Esqueça as visitas guiadas confusas, os autocarros cheios de turistas e as aventuras no metro: esta empresa foge ao turismo em massa e personaliza a sua viagem. A Old School Tours é o negócio de três portugueses (Ana Costa, 39 anos; Bruno Paiva, 38; e Miguel Duarte, 38 anos) que acabou de arrancar e que quer proporcionar momentos e formas únicas de descobrir Lisboa — com um toque do passado. 

Ana explica à NiT como tudo começou: “Conheci o Bruno há dois anos num dos trabalhos em que era necessário motorista para conduzir uma pão de forma. Palavra puxa palavra e rapidamente nos tornámos amigos. O Bruno já fazia alguns trabalhos com a sua Ervilha e eu sempre fui uma apaixonada por estes carros. No final do ano passado, no seguimento de uma conversa, tivemos a ideia de os dinamizar de uma forma diferente e inovadora, surgindo a Old School Tours. O Miguel é amigo do Bruno de longa data, também ele um apaixonado por carros clássicos — facilmente entrou no projeto.” 

O conceito é simples: levar o turista a explorar a história, gastronomia, cultura, pessoas e paisagens do País através de passeios em veículos clássicos. Tudo é feito para fugir ao turismo comercial. 

Os responsáveis começam por falar com as pessoas e assim perceber os seus gostos e interesses. A partir daí, o trabalho fica com eles: personalizam o seu passeio turístico. 

Os criadores da Old School Tours depararam-se com o facto de Portugal ser agora, mais do que nunca, uma referência a nível mundial no que toca ao turismo e, por consequência, haver nos grandes centros uma massa de turismo (e uma grande necessidade de a dispersar). Além disso, aqui o objetivo é dar aos portugueses formas diferentes de explorarem e descobrirem regiões.

O cliente escolhe entre um passeio de meio dia (quatro horas), mais completo (seis) ou de um dia (oito horas), existindo ainda a possibilidade de definir um programa exclusivo para fim de semana, que envolve dois dias de visitas. O preço depende do tempo escolhido e do número de inscritos, mas vai dos 170€ aos 250€ por pessoa. 

Este carro chama-se Ervilha.

O ponto de encontro combina-se com os organizadores, mas o acompanhamento é sempre garantido do início ao fim da experiência. “No fundo, é como se estivéssemos a receber amigos que vêm de fora e que solicitam a nossa companhia durante parte da sua viagem”, realça Ana Costa.  

Assim, pode disfrutar de um passeio e de experiências a bordo de dois veículos — que não são apenas carros, têm nomes. A Clementina, um Volkswagen Transporter de 1988, faz lembrar os carrinhos de brincar, e combina estilo e conforto. A Ervilha, por sua vez, leva-nos até aos anos 70 — é uma autocaravana Volkswagen de 1974, um dos modelos mais icónicos de sempre. 

A Olivia está a caminho. Trata-se de uma Ford Transit de 1983, muito espaçosa, confortável, e com janelas grandes, que permite apreciar as vistas incríveis da capital. Cada automóvel tem espaço para seis a oito pessoas. 

No seu passeio, será acompanhado por um host e pelo motorista, que lhe vão contando as histórias e curiosidades que só os locais sabem. São feitas várias paragens ao longo da experiência (e sempre que o turista desejar), que incluem atividades como surf, caminhada, passeios de barco, visita a museus, visita a adegas e muito mais.  

Além da opção customizada, a empresa também tem trajetos já definidos que pode escolher, como o “Leva-me até à Praia!” (que passa pela Costa da Caparica) ou o “Onde a Serra Encontra o Mar”, que o leva até ao percurso das Serra de Sintra e dos seus Palácios. Das outras propostas fazem parte uma volta pelo Rio Tejo e Seixal, e ainda uma viagem até aos lados de Azeitão, Palmela e Setúbal. 

O projeto funciona ao longo do ano inteiro. Os preços incluem as atividades das paragens e todas as refeições (à exceção da opção de meio dia). Se quiser reservar o seu passeio, pode fazê-lo através do site, da página de Facebook ou do Instagram.