NiTfm live

na cidade

O monumento mais divertido deste Carnaval é um combate entre Goucha e Cristina

Esta é uma das várias novidades da super festa original de Torres Vedras.
E é isto.

Foi uma das notícias mais comentadas nas redes sociais no ano passado. Em agosto, Cristina Ferreira anunciou que iria para a SIC, deixando Manuel Luís Goucha sozinho na TVI. Seguiram-se meses turbulentos que faziam antever uma batalha épica pelas audiências durante as manhãs dos dois canais. E foi exatamente isso que aconteceu no arranque de 2019. 

O Carnaval de Torres Vedras aproveitou a história para instalar um monumento cómico no coração da cidade torriense. Nele, Cristina Ferreira e Goucha estão com luvas de boxe para lutarem pelas audiências enquanto a RTP e a CMTV filmam o momento.

Ao lado, em “Grande Galo, Zé!”, o Galo de Barcelos, símbolo nacional, está no centro de uma réplica do Campo Pequeno, onde está representada uma típica cena de tourada portuguesa.

O cinema português também está em destaque, com a presença de Vasco Santana e o candeeiro, remetendo assim para a cena celebrizada no filme “O Páteo das Cantigas”.

A mais recente e ilustre habitante de Lisboa não podia faltar ao Carnaval. Madonna aparece no alto da sua varanda a enviar flores aos forcados. No Panteão, Amália e Eusébio sentem-se incomodados com a algazarra em que se transformou Lisboa e suplicam por silêncio para conseguirem descansar.

Todas as figuras do momento estão lá.

A figura do “macho man” português também está representada no monumento. Zezé Camarinha pede à Padeira de Aljubarrota para “Put da Cream”, mas a reação da mulher não é a mais feliz.

Made in Portugal é o tema do Carnaval de Torres Vedras 2019, que arranca esta sexta-feira, 1 de março, com o tradicional Corso Escolar, prometendo levar cerca de sete mil crianças e jovens mascarados às principais ruas da cidade.

A festa prolonga-se por seis dias e cinco noites, com destaque para o Corso Noturno e Concurso de Grupos de Mascarados de sábado, 2 de março, e para os Corsos Diurnos de domingo, 3 de março, e terça-feira, 5 de março. Aqui, as recriações do monumento passam para os carros e vão desfilar. Os dias de festa terminam com o Enterro do Entrudo, marcado para dia 6 de março.

O Carnaval mais português do País é este ano mais ecológico do que nunca, como a NiT já lhe revelou. E se o quiser visitar, dormindo num alojamento de luxo, pode espreitar os pacotes criados para a época do DolceCampo Real.