NiTfm live

Na cidade

Num mês, foram recolhidas mais de 16 toneladas de lixo das praias portuguesas

Quase quatro mil voluntários estiveram envolvidos numa operação que correu todo o País.
Poluição nas praias.

Milhares de voluntários do Corpo Nacional de Escutas (CNE) e da Associação de Guias de Portugal (AGP) assumiram o desafio de acabar com o lixo ao longo da costa portuguesa. Durante o mês de novembro, os mais de 3.650 participantes nesta iniciativa percorreram o País, de norte a sul, com resultados que são verdadeiramente assustadores.

Ao todo, foram recolhidas 16,5 toneladas de lixo em 17 distritos do País e dos arquipélagos da Madeira e dos Açores, anunciou a Fundação Oceano Azul, que gere o Oceanário de Lisboa e que foi responsável pela iniciativa, citada pela “Rádio Renascença”.

“As beatas de cigarro, garrafas de plástico e cotonetes foram os objetos mais encontrados, seguindo-se pneus, cartuxos de caça e cápsulas de café”, refere o comunicado, citado pela mesma publicação.

A Fundação Oceano Azul revelou ainda uma descoberta, no mínimo, assustadora: entre o lixo recolhido, “destaca-se uma garrafa de plástico e um copo de iogurte com validades de 1997 e de 1998, respetivamente”.