NiTfm live

Na cidade

Noite dos Investigadores: vai poder ser cientista por uma noite

O Museu Nacional de História Natural e da Ciência, em Lisboa, tem um programa especial com várias atividades para conhecer melhor as cidades.

É a sétima vez que há esta Noite Europeia dos Investigadores.

Experimentar vídeos imersivos, degustar morangos irradiados e não irradiados, construir uma cidade sustentável e partilhar as suas ideias com os cientistas, descobrir a química dos alimentos característicos da dieta mediterrânica ou saber porque é que a NASA está a estudar a água mineral de Cabeço de Vide são algumas das atividades que pode fazer na Noite Europeia dos Investigadores. Tudo acontece já esta sexta-feira, 28 de setembro. E são todas gratuitas.

Das 18 horas à meia noite, o Museu Nacional de História Natural e da Ciência da Universidade de Lisboa (MUHNAC-ULisboa) e o Jardim do Príncipe Real recebem mais de 100 iniciativas, de mais de 70 entidades, com a participação de mais de 500 investigadores.

Na edição deste ano — que é já a sétima —, tudo gira em torno do tema “Ciência na Cidade”, do qual os cientistas partiram para desenvolver atividades que mostram como a ciência pode responder aos principais desafios para as metrópoles do futuro, “focando-se na sustentabilidade e preservação do património natural”.

Haverá ainda um debate, que conta com a presença de personalidades da comunidade científica nacional, sobre o modo como a ciência pode transformar a vida da população na cidade, o “Ciência na Cidade: como transforma a nossa vida?”. No entanto, a programação ainda não está terminada, por isso, pode ir consultando o site para descobrir as atividades que vão acontecer na Noite Europeia dos Investigadores.

Évora e Braga também se associaram ao evento, com diversas iniciativas.