NiTfm live

Back in Town

Nesta nova plataforma só entram ideias de festas e casamentos originais

No Bad Bad Maria a ideia é mostrar, partilhar e inspirar quem procura ideias novas, estranhas ou simplesmente diferentes.

Foto de Pedro Vilela Photography

Cátia Silva nasceu no Entroncamento, Portugal, licenciou-se na área da educação e durante dez anos dedicou-se ao ensino em Portugal, Macau e Angola. Já casou três vezes, sempre com o mesmo noivo, e adora festas — já organizou mais de 100 de vários géneros, sendo as suas favoritas as de casamento em Portugal e na Ásia.

Com o objetivo de apostar em algo diferente e não convencional, Cátia Silva lançou no final de setembro a plataforma Bad Bad Maria. Começamos por explicar o nome. E expressão “mau, mau Maria que o gato já mia” diz-lhe alguma coisa? Foi a pensar nesta frase tão portuguesa que a mentora do projeto escolheu a adaptação Bad Bad Maria — por isso e porque todas as mulheres da vida de Cátia têm o nome Maria.

Então e o que é que pode encontrar no Bad Bad Maria? Acima de tudo, muita inspiração. A plataforma online pretende ser uma montra daquilo que de mais alternativo se faz em Portugal no setor das festas, cerimónias e casamentos. Foi o caso do casamento de Kristal e Dish, que pode descobrir no vídeo abaixo. O grande destaque nesta cerimónia vai para o design floral da Sofia Ferreira do Branco Prata. O vídeo é da autoria de Carlos Ferreira, da Videoart.

E como o site ainda cheira a novo, para já as sugestões ainda estão a escrever — embora tenha imensos conteúdos na secção Blog. Mas a ideia é que todos façam também o seu contributo — no Bad Bad Maria toda a gente pode enviar os seus projetos, desde DIY (relativos à área das festas e casamentos), decorações, sessões de noivado ou namoro e até despedidas de solteiro. Pode saber mais no separador Submissões do site.