NiTfm live

na cidade

A Mytaxi também tem trotinetes: as Hive chegaram a Lisboa

Empresa de origem alemã escolheu Portugal para lançar mundialmente o seu serviço de e-scooters. A partir desta terça-feira, a capital passa a ter três ofertas. E há mais 13 interessadas.

Depois das Lime e das Bungo, abram alas para as Hive. Lisboa foi a cidade escolhida para o projeto piloto de trotinetes elétricas da Mytaxi e passa assim a ter pelo menos —e para já —  três ofertas diferentes neste setor.

Lisboa parece, afinal, ser o paraíso das trotinetes elétricas, e foi escolhida pela Lime para a entrada em Portugal; pela Bungo para a entrada na Europa; e agora pela Mytaxy para o lançamento mundial do seu próprio projeto piloto de e-scooters.

Segundo o “Jornal Económico“, com este lançamento a empresa alemã, que é líder europeia em serviços digitais de reserva de táxis, pretende ter disponíveis os dois negócios, no futuro possivelmente integrados na aplicação base, para facilitar aos utilizadores a escolha entre serviços.

Já a partir deste terça-feira, 27 de novembro, centenas de e-scooters estarão disponíveis na cidade — para já pouco mais de 100, em breve serão 400.  Segundo o “sapotek”, serão fornecidas num sistema de free-floating, ou seja, podem ser deixadas em qualquer lugar, sem a necessidade de encontrar uma estação da marca.

Ao final de cada dia, tal como as Lime e Bungo, serão recolhidas pela empresa e postas nos cerca de 60 hotspots já assinalados pela Câmara Municipal.

Para as utilizar, só tem de fazer download gratuito da aplicação Mytaxi na App Store (ainda não disponível) ou no Google Play Store, e desbloquear, com o custo de um euro por viagem, mais 0,15€ por cada minuto de utilização — tal como as Lime e Bungo.

As Hive atingem uma velocidade máxima de 24 quilómetros por hora e é recomendado o uso de capacete e de ciclovias, de acordo com o Código de Estrada

Segundo o “Eco”, citando a Câmara de Lisboa na apresentação das Hive, no total há 13 empresas interessadas em operar com trotinetes em Lisboa. A Voi, a Iomo e a Wind já anunciaram que irão iniciar operação em breve.