NiTfm live

Na cidade

Este mapa tem os dez melhores sítios para chorar em Lisboa

Depois do Porto, Joana Estrela criou uma lista com os lugares mais nostálgicos de Lisboa.
O Cais das Colunas.

“Uma seleção de espaços públicos para visitar quando precisa de estar sozinho e deitar tudo cá para fora”. É assim que Joana Estrela descreve o Map For Crying Travellers in Lisbon (ou “mapa para viajantes que choram em Lisboa”, em português). Esta é a segunda versão do mapa desdobrável, que em 2016 foi lançado com os dez melhores lugares para chorar no Porto.

Entre as sugestões surpreendentes, estão uma casa de kebabs nos Anjos, o Miradouro de Santo Estevão, a estação de metro do Colégio Militar, um centro cultural na Penha de França, uma casa de fados alternativa, a Boca do Inferno e o Oceanário de Lisboa (porque “as lontras tornam qualquer dia melhor”).

Mas também lá estão o Cais das Colunas, no Terreiro do Paço, os Jardins da Gulbenkian e até mesmo uma agência imobiliária no Arco do Cego — “A gentrificação é triste. Ver as lojas e as ruas que costumava conhecer a mudar é profundamente perturbador. (…)Verta uma lágrima e depois vá beber uma cerveja ao Jardim do Arco do Cego”, pode ler-se na descrição.

Todos os lugares no mapa do choro têm a morada e um texto que explica o que os torna um local ideal para chorar. Nas costas, há uma planta de Lisboa com pins numerados e distribuídos por várias zonas da cidade, que mostram onde se localiza cada um.

A lista dos espaços.

A ilustração, feita a pensar nos turistas, está escrita em inglês, mas é perfeita para todos os chorões que andem pela cidade. O Map For Crying Travellers in Lisbon está disponível no site da ilustradora por 7€.

Em 2016, Joana Estrela ganhou na Amadora BD o prémio para Melhor Ilustração de Livro infantil com “Mana”, o trabalho publicado pela editora Planeta Tangerina.

É este o mapa.