NiTfm live

Na cidade

Lisboa é uma das três cidades do mundo onde os preços das casas mais vão subir

Sydney, na Austrália, e Moscovo, na Rússia, são os dois outros destinos com maiores subidas em 2020.
O investimento estrangeiro contribuiu para a subida.

Madrid e Bercelona, em Espanha, Cidade do Cabo, na África do Sul, e Dubai são quatro destinos no mundo cujos elevados preços imobiliários já foram ultrapassados por Lisboa. Num relatório apresentado esta quinta-feira, 20 de fevereiro, a consultora imobiliária Savills revelou que a capital portuguesa é uma das três cidades do mundo onde o preço por metro quadrado mais vai subir este ano.

Em 2019, o nível de valores das casas de luxo assemelhou-se a Amesterdão, na Holanda, e Miami, nos Estados Unidos. Já em 2020, Lisboa junta-se a Sydney, na Austrália, e Moscovo, na Rússia, como as três cidades onde o preço por metro quadrado mais vai subir, entre os 6 e os 7,9 por cento.

No relatório, a Savills destaca a influência do investimento estrangeiro, que em 2018 representou 13 por cento das casas vendidas na cidade e 28 por cento do capital transacionado no mercado imobiliário. Avenida da Liberdade, Amoreiras, Estrela e Príncipe Real foram as zonas favoritas pelos franceses.

Já os investidores do Brasil mostraram preferência pelos mesmos bairros, juntando-se ainda a zona do El Corte Inglés, em contraste com os chineses, que investem sem preferência geográfica, maioritariamente com o propósito de obter um visto gold — entre 2012 e 2019 foram emitidos 8207, tendo 7735 sido através da compra de imóveis.