NiTfm live

Back in Town

Há uma nova escola na Baixa de Lisboa — e fica num local emblemático

Esta terça-feira, 2 de maio, foi inaugurado um novo espaço de ensino no antigo Tribunal da Boa-Hora, no Chiado.

A escola tem capacidade para 150 alunos.

As sentenças, juízes, advogados e tribunas foram substituídos por aulas, alunos, pátios e recreios. O antigo Tribunal da Boa-Hora, no Chiado, vendido à Câmara Municipal de Lisboa em 2012, deu origem à Escola Básica Maria Barroso. A inauguração aconteceu esta terça-feira, 2 de maio.

Com capacidade para 150 alunos — 50 no jardim de infância e 100 no primeiro ciclo —, a escola vai começar a funcionar no próximo ano letivo. O estabelecimento tem salas de aula, pátios, recreios cobertos, cozinha e refeitório. Também há uma biblioteca, ginásio e sala de informática.

A escola ocupa um total de três pisos, destina-se a alunos das freguesias de Santa Maria Maior e da Misericórdia e resulta de um investimento de mais de dois milhões de euros. Desde a extinção da Sociedade Frente Tejo que o Tribunal da Boa-Hora pertence à Câmara Municipal de Lisboa, que entretanto vendeu 70% do espaço ao Ministério da Justiça. Nesta parte do edifício funcionam o Centro de Estudos Judiciários, o Museu do Judiciário e serviços do Instituto de Registos e Notariado.

Os casos importantes e polémicos, a relação com o Estado Novo e a importância de D. Maria II para o Tribunal da Boa-Hora

Na esquina da Calçada Nova de São Francisco para a Rua Nova do Almada, em Lisboa, foi fundado em 1633 o Pátio das Comédias. O teatro foi convertido em convento em 1677, em 1834 passou a tribunal. Aconteceu durante o reinado de D. Maria II e Costa Cabral, altura em que o Convento da Boa-Hora reabriu como Tribunal da Boa-Hora.

E aconteceu tanta coisa neste edifício. A Novíssima Reforma Judiciária e a nova Lei Eleitoral foram aprovadas neste tribunal, no Estado Novo era aqui que se julgavam os opositores políticos ao regime. Mário Soares e Álvaro Cunhal foram arguidos aqui, mas houve outros casos mediáticos a passarem por estas salas. O julgamento Casa Pia, por exemplo, começou neste tribunal.