NiTfm live

Na cidade

Prepare-se: greve geral vai afetar recolha de lixo e autocarros em Lisboa

A paralisação está marcada para sexta-feira, 31 de janeiro.

A sexta-feira, 31 de janeiro, não vai ser um dia fácil. Está marcada uma greve nacional da função pública, que quer contestar a proposta de aumento salarial apresentada pelo governo de apenas 0,3 por cento para a Administração Pública. 

Segundo o jornal “Público“, os trabalhadores do município de Lisboa, com exceção do Regimento de Sapadores Bombeiros, vão participar nesta paralisação. “Face a mais de dez anos sem qualquer aumento, [o governo] apresenta agora uma proposta de 0,3 a 0,4 por cento para 2020. Na prática, estamos perante uns míseros euros por mês para cada trabalhador. Inaceitável e vergonhoso”, escreveu o Sindicato de Trabalhadores do Município de Lisboa (STML) na nota enviada às redações.

Caso se venha a confirmar uma grande adesão à greve, serviços diários de máxima importância para a capital vão ser prejudicados. De acordo com a mesma publicação: prevê-se que “a recolha de lixo, a circulação dos autocarros da Carris e outros serviços sejam afetados”.