Back in Town

Gostava de ter mais bebedouros ao pé de casa? Reclame

A Direção-Geral de Saúde lançou a campanha #aguapublica, que pretende incentivar a população a beber mais água na rua.

Beber água engarrafada representa um aumento das emissões CO2.

A Direcção-Geral de Saúde (DGS) lançou uma campanha que pretende incentivar os cidadãos a fazer um levantamento dos bebedouros do País, através das redes sociais. O objetivo é promover o consumo da água através dos equipamentos públicos criados para esse efeito, mas a iniciativa tem outras duas vertentes — mostrar os que existem e reclamar dos que não foram construídos mas que fazem muita falta.

A DGS convida as pessoas a tirarem fotografias aos bebedouros e a publicarem-nas nas redes sociais Facebook, Twitter ou Instagram, com a #aguapublica. Na descrição da foto deve estar o local onde foi tirada a informação se o bebedouro funciona ou não. Se ele não existir, também pode identificar em que sítios é que eles deveriam ser construídos. Nesse caso, a descrição da foto deve ser, por exemplo, “#aguapublica, no parque infantil, Graça, falta um bebedouro”. Tão simples quanto isto.

Com esta campanha, a DGS fica a conhecer todos os bebedouros que existem e principalmente as zonas em que os cidadãos mais sentem a falta de água potável. Claro que a DGS também pretende que se beba mais água da rede pública em Portugal, visto que a percentagem de água segura em Portugal é de 98%. 

Um dos argumentos da campanha são os gastos de energia extra e o aumento das emissões de CO2 para o ambiente que o consumo de água engarrafada representa. 

#aguapublica bebedouro ativo no parque da Alameda em Lisboa

A post shared by Nutrimento (@nutrimento_pnpas) on

Quero sugerir uma alteração ao texto ou enviar uma mensagem ao autor deste artigo