NiTfm live

Na cidade

Obras de luz originais e videomapping vão encher o centro histórico de Sintra

A vila volta a receber o Festival Aura, em agosto. A entrada é gratuita.
A entrada é livre.

De 1 a 4 de agosto, quinta-feira a domingo, a vila de Sintra vai voltar a encher-se de obras de luz originais e únicas. O Aura vai já na sua quinta edição: são quatro noites, das 21 horas à meia-noite. Tudo com entrada gratuita.

Vai ser possível conhecer dez obras de luz originais, com destaque para o videomapping, instalações audiovisuais interativas, esculturas de luz e biomiméticas. Segundo a organização, em cada ano, o festival tem recebido 30 mil visitantes.

O percurso entre a Volta do Duche e a Quinta da Regaleira pode ser visitado nos dois sentidos. Em 2019, o evento tem várias novidades, como o Aura Lounge, uma cúpula com dez metros de diâmetro, com uma programação de vídeo e áudio, e projeções a 180 graus.

Novas são também as Aura Talks, que acontecem no sábado, 3 de agosto, entre as 16 e as 19 horas, e que pretendem ser um encontro entre os artistas e o público. E, pela primeira vez, o projeto Gaia chega a Portugal. Trata-se de uma imagem de satélite da NASA da superfície terrestre com sete metros de diâmetro, do artista britânico Luke Jerram.

Entre os artistas que vão estar presentes no festival de luz contam-se Sérgio Costa (Kosuta), DJ Tiago e os VJ Miguel Osório e Wize.