NiTfm live

na cidade

Faturas da eletricidade vão deixar de ter estimativas do consumo

Os contadores digitais vão passar a comunicar os valores reais e não será permitido aos comerciantes enviarem outros valores.
Agora só serão válidos os consumos reais.

A partir do início de 2021, vai deixar de receber faturas da eletricidade com estimativas de consumo. A Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos (ERSE) estabeleceu que desde 1 de janeiro desse ano isso já não será permitido. Os contadores digitais vão comunicar o que realmente foi gasto.

Este tipo de faturas são sempre muito contestadas por parte dos clientes que em certos meses recebem valores elevados sabendo que, na realidade, não foram consumidos, apesar da existência posterior de alguns acertos. Será ainda possível alterar a potência contratada de forma remota e num prazo mais curto.

O Regulamento dos Serviços de Redes Inteligentes de Distribuição de Energia Elétrica, que foi publicado esta quinta-feira, 18 de julho, revela ainda que haverá um período de transição que se estende até 31 de dezembro de 2020. É normal que possa ver alterações nas faturas dos próximos meses.