NiTfm live

Na cidade

Facebook lança guia exclusivo e gratuito do Porto — pelos olhos de quem lá mora

O melhor da arte urbana, os recantos escondidos mais bonitos para fotografar, as tasquinhas mais típicas: está tudo aqui.
O guia dos residentes.

Este guia é para os portuenses, para os visitantes, para todos os outros portugueses e estrangeiros, para os apaixonados pela cidade. Um retrato do Porto, dos vários lados do Porto, feito por quem melhor o conhece: os seus residentes. E apoiado pelo Facebook, que reuniu as suas comunidades num roteiro incrível e gratuito, que todos podem consultar.

Qual é o seu Porto, ou o Porto que melhor conhece ou que prefere conhecer? O mais tradicional ou o mais trendy? O novo Guia das Comunidades do Facebook no Porto está dividido nestes dois lados, apresentando a cidade vista pelos olhos das comunidades da rede social.

Estas seleccionaram todas as dicas sobre como percorrê-la e o que visitar. Com histórias de pessoas reais, com paixão pelo seu bairro, pela arte, desporto, gastronomia, entre o passado e presente, e sobretudo, em comunidade. E com uma nota comum: apaixonadas pelo Porto.

Apresentado esta terça-feira, 12 de novembro, o novo guia, em formato impresso (gratuito, em vários postos de turismo da cidade) e online (também grátis e que já pode consultar), é criado pela rede social com o apoio da Câmara Municipal do Porto.

De forma muito simples, a rede selecionou 22 das comunidades mais relevantes sobre a cidade que estão presentes na plataforma, e pediu-lhes para fazerem, e mostrarem, aquilo que mais amam no Porto, seguindo a temática das páginas: todos os pontos de destaque estão agrupados por assunto, desde gastronomia a filosofia, entre muitos outros. 

Aqui sabe onde pode comer a melhor francesinha, o que visitar fora dos roteiros turísticos, onde beber um belo vinho ou onde descobrir o Porto mais antigo.

A diferença é que com os locais encontra também as histórias de quem se junta no Facebook para partilhar interesses comuns — e por vezes, encontrar-se pessoalmente. Entre as comunidades presentes destacam-se a Preencher Vazios“, por exemplo. Este é o espaço de Joana de Abreu, que tem a missão de preservar os azulejos de rua. O método é simples: através de intervenções artísticas preenche os espaços vazios nas fachadas com novos azulejos e frases de escritores portugueses. 

Ou pode conhecer a cidade pelos olhos do grupo Porto Desaparecido. Aqui, foi o entusiasmo pela história que levou Manuel de Sousa a criar uma comunidade em 2012 — e apenas um ano depois, ela recebeu a Medalha Municipal de Mérito pela Câmara do Porto. 

Para os mais virados para o lado vegan da vida, em VeganHood Sara Martins e Rita Duarte são duas amigas que difundem a prática de veganismo no norte de Portugal. Hoje lutam também pelos direitos dos animais convidando todos a tentar o Desafio Vegetariano. Quer saber o melhor restaurante vegan da cidade? Está aqui.

Para os mais filosóficos, há no guia o Clube Filosófico do Porto. Aqui, Tomás Magalhães Carneiro, do Instituto de Filosofia da Universidade do Porto, com Tiago Sousa, da Universidade do Minho e Rui André Lopes, do Instituto Superior Politécnico Gaya, criaram uma associação para quem partilha o gosto pela filosofia. Refletindo na origem urbana desta arte, o objetivo ambicioso do Clube é aproximar novamente a filosofia da cidade.

Inaugurações Simultâneas de Miguel Bombarda é, como o nome indica, dedicado à Rua de Miguel Bombarda. Quem ama o Porto sabe que esta é uma artéria vital da cidade, impulsionada pelas galerias de arte e projetos comerciais alternativos. Em 2007, estes espaços decidiram unir-se em parceria com a autarquia nos eventos bimestrais “Inaugurações Simultâneas de Miguel Bombarda”. Ana Alves da Silva trata da comunicação e é uma das responsáveis por transformar esta outrora esquecida rua num novo spot da moda.

Vinho, saber provar! é uma comunidade que acredita que não há maus vinhos, apenas paladares diferentes. Quem o defende é Duarte Costa Pereira, Engenheiro Agrícola e Pós-Graduado em Enologia. Além de supervisor de Prova Sensorial, é formador de vinhos. Nos tempos livres partilha o seu conhecimento na página — e agora no roteiro.

Para quem ficar fascinado por este guia original e único do Porto, saiba mais: no final do ano passado, o Facebook também já tinha lançado um guia semelhante sobre Lisboa — que também pode consultar gratuitamente e online