NiTfm live

Na cidade

Este Natal tem 38 dias de gelo, canhões de neve, duendes e muito chocolate

O centro histórico de Valença tem, este ano, mais de 16 atividades diferentes para celebrar a época de forma inesquecível.
O Pai Natal também vai lá estar.

No distrito de Viana do Castelo, no Minho, perto da fronteira com Espanha, encontra este ano uma Cidade do Natal com tudo o que a época pede: luz, gelo, neve, animação, festa, duendes e claro, muito chocolate.

Valença anunciou uma programação “mágica” para este ano, a acontecer entre o dia 1 de dezembro de 2019 e 7 de janeiro de 2020: são 38 dias com “algo sempre a acontecer”.

Segundo a autarquia local, pode contar com 16 atividades e eventos, incluindo uma Fortaleza de Chocolate, uma Pista de Gelo, a Duendelândia, uma Cidade Presépio, Neve na Praça, passagem de ano e uma Cavalgata de Reis.

Um dos pontos mais altos e mais esperados, a Fortaleza de Chocolate, acontece logo no início do próximo mês, entre 5 e 8 de dezembro. Trata-se de uma gigante feira dedicada à degustação e compra de produtos à base de chocolate.

Também no dia 5, uma pista de gelo com recinto coberto abre no Jardim Municipal e por lá fica até 6 de janeiro.

Uma oportunidade para conhecer (ou regressar).

Para os mais novos, a Duendelândia é um raro e verdadeiro um mundo mágico: aqui encontra o duende tubbing, um percurso de arborismo duende aventura, um eco carrossel, um eco tronco, um insuflável temático, bosque encantado e a Casa do Pai Natal. Tudo isto dentro da Fortaleza de Valença, entre 5 e 22 de dezembro.

Também na Fortaleza, entre os dias 5 e 15 de dezembro, 12 canhões de neve prometem que mesmo que o clima não traga neve, ela lá estará. A Praça da República e Rua Conselheiro Lopes da Silva também vão ter manto branco garantido.

Pode ainda contar com um presépio enorme, uma cavalgata de reis e muitas mais iniciativas de hotelaria, restauração e comércio. A câmara garante que o programa é para locais mas também turistas, justificando uma visita à cidade raiana que fica a pouco mais de 100 quilómetros do Porto — e cerca de 70 de Braga.