NiTfm live

na cidade

Estas são as zonas mais e menos rentáveis para Alojamento Local em Lisboa e Porto

Empresa criou uma versão inspirada no jogo Monopólio com os valores das principais áreas, alocadas no Airbnb.
Chiado é uma das regiões mais rentáveis.

A Avenida dos Aliados e a Rua Mouzinho da Silveira, na cidade do Porto, e a zona do Chiado, em Lisboa, são as áreas que podem gerar mais receitas para os proprietários de unidades de Alojamento Local. 

A GuestReady, uma empresa de gestão de unidades da Airbnb, fez um estudo de mercado onde avaliou quais os valores de rentabilidade por zonas — e o quanto os donos dos alojamentos poderão ganhar por dia, anunciando as suas propriedades em plataformas de aluguer de curta duração. 

A gestora decidiu depois criar um mapa-jogo, inspirado no Monopólio, onde demonstra os preços médios diários das unidades de Alojamento Local cobrados através da Airbnb nas principais zonas de Lisboa e Porto — em substituição das áreas tornadas famosas pelo jogo de 1930.

O estudo mostra que um apartamento com dois quartos pode render por dia até 150€ na Avenida dos Aliados, com uma unidade idêntica a poder gerar até 140€ na Rua Mouzinho da Silveira. Propriedades semelhantes na Rua do Alecrim e na Rua Garrett, em Lisboa, podem também atingir receitas de 130€ diários.

Os proprietários de alojamentos em outras zonas centrais de Lisboa e do Porto, como o Chiado, a Baixa, a área da Estação de S. Bento e a Rua de Santa Catarina podem obter receitas diárias até aos 120€ com os seus apartamentos.

Do outro lado do espectro, as zonas mais baratas presentes neste estudo da GuestReady são a da Rua da Cedofeita, no Porto, com preços médios entre os 70€ e os 85€ para apartamentos com um e dois quartos, respetivamente; e a Av. Almirante Reis e o Largo do Rato, em Lisboa, com valores médios entre os 70€ e os 90€ por dia, consoante a tipologia.

O estudo-jogo.

Algumas áreas à volta das estações ferroviárias apresentam também valores de aluguer mais baixos do que outras neste jogo, explica a empresa; mas os preços continuam a revelar-se atrativos para os turistas que pretendem visitar Lisboa e o Porto, quando comparados com os preços dos hotéis nessas zonas.