NiTfm live

Na cidade

Oceanário recebeu 25 milhões de visitantes — e ofereceu uma viagem a uma família

Um casal da Madeira comprou o bilhete mágico e vai com a filha a a São Tomé e Príncipe conhecer um projeto de conservação.
A família Martins (foto Pedro Pina).

Quarta-feira, 18 de setembro, foi um dia histórico para o Oceanário de Lisboa. O espaço do Parque das Nações que assinala, em 2019, 21 anos de existência, recebeu o seu visitante número 25 milhões. Para assinalar o número redondo, a pessoa — ou pessoas — que compraram este bilhete receberam uma recompensa inesquecível: uma viagem a São Tomé.

O aquário da capital tem ganho cada vez mais visitantes e em 2018 registou o recorde de mais de 1,4 milhões de pessoas, sendo um dos equipamentos culturais mais procurados em Portugal.

A família Martins, um casal português residente na Madeira com uma filha de oito anos, foi surpreendida na sua visita na quarta-feira: assim que comprou o bilhete, assinalado como número 25 milhões, a família portuguesa foi secretamente sinalizada pelo staff, que, a partir desse momento a acompanhou numa visita com pistas para o que ainda vinha.

À saída, os Martins foram surpreendidos pela equipa e receberam um cartão que lhes permite visitar o Oceanário sempre que desejarem. A família foi também convidada a conhecer de perto o projeto de conservação de tartarugas marinhas, em São Tomé e Príncipe, apoiado pelo Oceanário de Lisboa desde 2012.

Este programa de conservação, desenvolvido pela Associação Programa Tatô, é um projeto que implementa medidas de proteção para garantir a sobrevivência destes animais na ilha de São Tomé, com o envolvimento da comunidade local.