NiTfm live

Na cidade

Centenas de portugueses passeiam nas marginais da Póvoa de Varzim e Matosinhos

As imagens partilhadas nas redes sociais mostram que há muita gente a não cumprir o isolamento. Câmara da Póvoa de Varzim já teve que intervir.
Mais cuidado, por favor.

Mesmo com todos os alertas e com o País em estado de emergência, centenas de portugueses aproveitaram o bom tempo para passear nas marginais junto à praia, nomeadamente nas da Póvoa de Varzim e de Matosinhos, desrespeitando, assim, o pedido de quarentena domiciliária imposto pelo estado de emergência que vigora no País.

As imagens, divulgadas pelo “Mais Semanário”, mostram centenas de portugueses despreocupados, a passear e a correr ao longo do passeio marítimo da cidade. Perante este ato de incumprimento, a Câmara Municipal da Póvoa de Varzim publicou na sua página de Facebook novas medidas de proteção do município e foi forçada a tentar isolar os espaços públicos. A partir deste domingo 22 de março, todos os acessos à cidade, através de automóvel, vão ser controlados pela PSP.

Além disso, a marginal, onde muitas pessoas passeam ao ar livre, estará encerrada ao trânsito. A Polícia Municipal, em conjunto com a Proteção Civil, também irá permanecer na via pública para que todos cumpram as medidas que estipuladas e permaneçam o mínimo de tempo possível fora de casa.

Atenção – É Preciso Prevenir!Face ao comportamento inconsciente que assistimos esta manhã na nossa Cidade, pelo…

Publicado por Câmara Municipal da Póvoa de Varzim em Domingo, 22 de março de 2020

Na partilha pode ler-se: “Face ao comportamento inconsciente que assistimos esta manhã na nossa cidade, pelo desrespeito ao estado de emergência que vigora desde as 00h00 de quinta-feira, 19 de março, em todo o País, o Município da Póvoa de Varzim é obrigado a atuar de forma rigorosa para que todos adoptem comportamentos adequados com a imposição declarada de isolamento social (salvo as exceções estipuladas pelo decreto governamental)”.

Também em Matosinhos, vídeos partilhados nas redes sociais mostram dezenas de portugueses a passearem e a fazerem exercício nos areais das praias, indiferentes aos apelos das autoridades para que se mantenham em casa e apenas saiam por motivos imprescindíveis. Vale a pena recordar que o norte do País é a região com maior número de infetados por coronavírus — são já 825.