na cidade

Casas de Lisboa recebem 54 mil hóspedes durante a Eurovisão

Capacidade dos voos e hotéis batem recordes e o alojamento local não fica atrás. São mais de 50 mil, os turistas que vai encontrar à sua porta ou no seu prédio.

O Festival da Eurovisão está a dias de distância, os voos a chegar à capital batem recordes, muitos hotéis têm ocupação lotada e o alojamento local não ficou de fora da festa. A Airbnb analisou as reservas efetuadas para a semana do evento e concluiu que os anfitriões da Grande Lisboa receberão nas suas casas quase 54 mil visitantes de mais de 109 países.

Segundo a plataforma de alojamento local, estes dados representam um aumento de 83% face aos hóspedes que se alojaram em Lisboa através do Airbnb durante a mesma semana de 2017, sendo a subida atribuída à realização da Eurovisão.

A plataforma adianta que a reserva típica durante a semana do Eurofestival inclui dois a três hóspedes, que ficarão na capital portuguesa por seis noites e que pagarão uma tarifa média por quarto por noite de 65€.

Quanto às origens dos visitantes que vão conhecer as casas lisboetas, a França reivindica a primeira posição no ranking, seguida pelo Reino Unido, Estados Unidos, pela Alemanha e pela Espanha. A segunda metade da lista é ocupada pelo Brasil, Holanda, Canadá e Itália. A Austrália, que tem sido um país convidado do Eurofestival desde sua edição de 2015, está em 10.º lugar.

E embora a música seja o foco principal dos entusiastas do Eurofestival que visitam Lisboa, a plataforma tem um grande número de reservas de experiências para essa semana, a maioria das quais relacionadas com comida, bebida ou surf.

Em março, soube-se que as reservas para voos a chegar à capital durante os dias 7 a 13 de maio tinham aumentado 47% face ao ano anterior, e que o crescimento para a capital supera o de Kiev no Festival da Eurovisão 2017.

Esta simpática casa na Ericeira foi alugada.