NiTfm live

Na cidade

Câmara de Lisboa abre inscrições para as primeiras 120 casas com renda acessível

O concurso decorre até 31 de janeiro de 2020 e é para todos os habitantes da AML com rendimento enquadrado e sem casa própria.

A notícia já era antecipada mas foi confirmada pela autarquia: abrem esta quinta-feira, 12 de dezembro, as inscrições públicas para o primeiro concurso do programa de Renda Acessível da Câmara Municipal de Lisboa. São 120 casas com custos mais suportáveis para os lisboetas.

Segundo informação divulgada pela CML, o concurso é aberto “a todos os habitantes da Área Metropolitana de Lisboa com rendimento enquadrado no programa e sem casa própria”. Vai poder concorrer entre o dia 12 de dezembro de 2019 e 31 de janeiro de 2020.

A inscrição será feita através de um novo portal de habitação da CML, habitarlisboa.pt (que só ficará disponível na quinta-feira). É aqui que vão passar a ficar concentrados todos os programas públicos de habitação da autarquia: renda acessível, arrendamento apoiado e subsídio municipal de habitação. 

Segundo a autarquia, o presidente da Câmara, Fernando Medina, vai apresentar o novo portal esta quarta-feira, dia 11, na Rua Eduardo Bairrada, na Ajuda — junto a algumas das casas que serão disponibilizadas neste primeiro concurso. A câmara garante ainda que, ao longo de 2020, serão abertos novos concursos para mais casas com renda acessível.

Não são conhecidos, para já, todos os detalhes sobre os requisitos para este programa em particular, mas a TVI avançava no final do mês de novembro, quando foram adiantadas as datas do concurso, que este é dirigido aos jovens e às famílias de classe média e que a taxa de esforço de cada agregado não pode exceder os 30%.