NiTfm live

Na cidade

Porto vai sortear casas de preços baixos no centro — com rendas a partir de 150€

Autarquia vai promover o sorteio de fogos totalmente reabilitados, prontos a habitar, na zona da Sé.
Câmara quer famílias a voltar ao centro.

A Câmara Municipal do Porto vai abrir um concurso para sortear 15 casas a preços acessíveis, totalmente reabilitadas e prontas a habitar, no centro histórico da cidade. 

Segundo adianta a autarquia na sua página de notícias, o anúncio para a receção de candidaturas vai acontecer nos próximos dias mas sabe-se já o que está disponível: são dois T0 com rendas de 220 e 250€; quatro T1 ou equivalente com rendas entre os 150 e os 270€; seis T2 ou equivalente com rendas acessíveis entre os 390 e os 700€; e três T2 duplex ou triplex com rendas entre os 320 e os 935€.

De acordo com a Câmara, no processo de candidaturas terão mais hipóteses os agregados jovens, com crianças e com rendimentos mais baixos. A possibilidade de concorrer é aberta a quem já viva na cidade e a quem trabalhe no Porto há, pelo menos, seis meses.

A autarquia explica que há dois critérios essenciais para ser elegível ao sorteio: o dos rendimentos auferidos pelo agregado e o da adequação da tipologia à composição do núcleo familiar, sendo que um T0 deverá ser ocupado por uma a duas pessoas, por exemplo. Os contratos terão uma duração de cinco anos.

Segundo a Câmara do Porto, este sorteio de 15 fogos integra a primeira operação de habitação acessível protagonizada pela empresa municipal Porto Vivo – SRU. De acordo com o “Expresso“, em cinco anos o município quer colocar no mercado um total de um milhar de fogos a renda acessível.