NiTfm live

Na cidade

Calor intenso (e trovoadas) deixa mais de 10 distritos sob aviso amarelo

Há, ainda, risco de exposição à radiação ultravioleta e risco máximo de incêndio, de acordo com o IPMA.

Tenha cuidado.

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) colocou 11 distritos do País e a ilha da Madeira sob aviso amarelo a partir desta quarta-feira, 22 de agosto. O motivo é a persistência de valores elevados da temperatura máxima.

Os distritos em causa são os de Vila Real, Bragança, Guarda, Castelo Branco, Portalegre, Santarém, Lisboa, Setúbal, Évora, Beja e Faro. O alerta irá manter-se até às 22 horas de quinta-feira, 23 de agosto.

Há ainda oito distritos, entre eles Bragança, Guarda, Vila Real, Castelo Branco, Portalegre e Viseu, sob outro aviso amarelo devido à previsão de condições favoráveis à ocorrência de trovoadas, até às 21 horas desta quarta-feira.

As temperaturas mínimas vão oscilar entre os 15 graus (no Porto) e os 22 (em Faro). Já as máximas estão entre os 23 (no Porto) e os 38 (em Santarém).

Também há risco elevado de exposição aos UV

Quase todas as regiões de Portugal continental e dos arquipélagos da Madeira e Açores apresentam esta quarta-feira, 22, risco muito elevado de exposição à radiação ultravioleta (UV). Os distritos de Braga, Viana do Castelo, Porto, Vila Real, Bragança, Viseu, Coimbra, Guarda, Castelo Branco, Portalegre, Lisboa, Setúbal, Santarém, Évora, Beja e Faro estão na lista. E há mais: Funchal e Porto Santo (arquipélago da Madeira) e as ilhas do Faial (grupo central) e São Miguel (grupo oriental).

Já os distritos de Aveiro e Leiria, bem como as ilhas das Flores (grupo ocidental dos Açores) e Terceira (grupo central) estão em risco elevado.

O IPMA recomenda a utilização de óculos de sol com filtro UV, chapéu e protetor solar. Caso vá até à praia, não se esqueça de vestir a T-shirt nas horas de maior calor e de levar o guarda-sol. Os miúdos devem evitar estar expostos ao sol.

E atenção: risco máximo de incêndio

De acordo com o Instituto Português do Mar e da Atmosfera, dezenas de concelhos de 12 distritos de Portugal continental apresentam também esta quarta-feira risco máximo de incêndio. Sob este alerta estão cerca de 50 concelhos dos distritos de Faro, Santarém, Leiria, Castelo Branco, Portalegre, Coimbra, Aveiro, Viseu, Porto, Braga, Bragança e Guarda.

Em risco muito elevado e elevado estão mais de 100 concelhos dos distritos de Faro, Beja, Lisboa, Santarém, Portalegre, Castelo Branco, Leiria, Coimbra, Guarda, Viseu, Aveiro, Porto, Braga, Viana do Castelo, Vila Real e Bragança.

A Autoridade Nacional de Proteção Civil vai manter, pelo menos até ao final deste dia, o alerta vermelho em sete distritos do País (Braga, Bragança, Guarda, Porto, Viana do Castelo, Vila Real e Viseu) e chama a atenção para a intensidade do vento que se vai fazer sentir.