NiTfm live

na cidade

Atenção: dezenas de alforrecas invadiram a costa portuguesa

Os arquipélagos da Madeira e dos Açores também estão incluídos no alerta.
Cuidado se for a banhos.

No fim de semana já existiam algumas praias com bandeira vermelha na zona da Costa da Caparica. Mas agora um novo comunicado emitido esta terça-feira, dia 14 de maio, pelo do Instituto Português do Mar e da Atmosfera alerta para o facto de haver caravelas portuguesas, em toda a costa.

Segundo o site da “TSF”, que cita a “Lusa”, foram avistadas dezenas de alforrecas e caravelas-portuguesas em toda a costa de Portugal, incluindo Açores e Madeira. O organismo gelatinoso de nome científico ‘Physalia physalis’ é o que exige mais cuidado: os seus tentáculos podem chegar aos 30 metros de comprimento e são capazes de provocar graves queimaduras.

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera alerta que é importante relembrar que não se deve tocar nos tentáculos, mesmo quando a caravela-portuguesa aparenta estar morta na praia.

No caso de entrar em contacto com um destes bichos, deve limpar a zona afetada com água do mar e devem ser retirados quaisquer pedaços de tentáculos que possam ter ficado presos na pele. Além disso, pode aplicar vinagre sobre a zona e procurar assistência médica.

Segundo uma nota do IPMA, qualquer ocorrência desta ou de outras espécies de organismos gelatinosos poderá ser comunicada ao programa GelAvista. A informação de cada avistamento (data, local, número de organismos e fotografia) deverá ser enviada para o email plancton@nullipma.pt, ou através da aplicação GelAvista disponível na Play Store para sistemas Android.