NiTfm live

Na cidade

Ateliers da Penha: o novo cowork de Lisboa tem oficinas para várias profissões

Há quatro modalidades para o aluguer do espaço e uma sala multiusos para organizar eventos.
Um espaço de cowork com oficinas.

Três arquitetos procuravam um espaço que pudesse funcionar como escritório e oficina de produção. Não encontravam nada neste estilo em Lisboa. A solução foi criar o próprio local de trabalho e partilhá-lo com outros profissionais que tenham a mesma necessidade.

No dia 18 de maio, inauguraram os Ateliers da Penha, na Penha de França. Neste cowork é possível receber clientes, ter um escritório, discutir ideias, organizar workshops, experimentar materiais, fazer protótipos e produzir peças. Tudo num só espaço.

Os dois pisos do novo negócio são dedicados a pessoas que precisem de um ambiente design & build. Da arquitetura à escultura, do design à carpintaria, os ateliers são voltados para os profissionais que colocam mesmo a mão na massa.

“Temos uma fusão de dois tipos de espaço. No rés-de-chão há escritórios, salas para eventos, reuniões e workshops, copa, casa de banho e zona chill-out com mesa de pingue-pongue. Na cave há um open space com mesas de trabalho para os residentes e mais uma box para guardar as ferramentas e materiais”, conta à NiT Sebastião de Botton, um dos sócios do projeto.

Os Ateliers da Penha são uma ideia do Warehouse — um coletivo de arquitetura e arte que desenvolve projetos nos campos social e cultural sempre com a participação da população local. Rúben Teodoro (34 anos), Sebastião de Botton (30 anos) e Ricardo Morais (32 anos) são amigos desde a faculdade e fundaram o grupo em 2013.

“Além do espaço de cowork, a nossa pretensão é que a sala multiusos seja polivalente e possa ser utilizada para exposições, mesas redondas, workshops e lançamentos de marcas, por exemplo”, explica Sebastião de Botton.

Para participar, há quatro opções. Na modalidade 1, o utilizador tem um atelier privado com 20 metros quadrados — onde podem trabalhar até cinco pessoas —, pode utilizar todas as áreas comuns, a oficina e ainda tem uma box de armazenamento privado com seis metros quadrados para ferramentas e peças. Custa 500€ mais IVA.

A modalidade 2 é individual e custa 160€ mais IVA. O cliente tem disponível uma secretária num escritório partilhado, um cacifo grande e também pode utilizar todas as áreas comuns, incluindo as oficinas. Os dois tipos de contrato são anuais com 60 dias de pré-aviso para encerrar o serviço.

Também é possível reservar o espaço para eventos e oficinas temporárias de até dez participantes na sala multiusos ou nas oficinas. Se for um dia, a modalidade 3 custa 150€. Se forem dois dias, paga 250€.

A última categoria serve para ocupações de curta duração. Na modalidade 4, o cliente diz o que precisa e por quanto tempo. A equipa analisa o pedido e faz uma proposta de preço.

Os Ateliers da Penha têm 400 metros quadrados no total e capacidade para até 20 residentes entre arquitetos, designers, carpinteiros, escultores, artistas e artesãos contemporâneos.

Os proprietários ressalvam que a zona onde o cowork está instalado tem estacionamento gratuito e todo o local está protegido com alarmes.

Carregue na galeria para conhecer o espaço dos Ateliers da Penha.