NiTfm live

Na cidade

O antigo Cinema Pathé, em Arroios, vai transformar-se num hotel

O espaço vai ser demolido e substituído por um edifício com sete pisos e 67 quartos.
Ainda não há datas.

A Câmara Municipal de Lisboa aprovou na passada quinta-feira, 12 de setembro, o projeto de construção de um hotel no edifício onde funcionava o antigo Cinema Pathé, no N. 154 da Rua Francisco Sanches, em Arroios, Lisboa.

O espaço terá 67 quartos e prevê a demolição total do atual edifício, que será substituído por outro, com sete andares e dois pisos em cave. A proposta do PS foi aprovada pelo concelho, apesar da abstenção do PSD e dos votos contra dos restantes partidos (BE, PCP e CDS-PP).

Manuel Grilo, vereador do BE, justificou à agência Lusa o seu voto contra com a justificação de “ainda não ter sido distribuído o estudo sobre a capacidade hoteleira da cidade”, defendendo também que a demolição do edifício apagaria daquela zona de Lisboa o único edifício representante daquela época. 

Até ao momento, não foram anunciadas datas para o início das obras.

O Cinema Pathé foi inaugurado em 1925 e tinha 737 lugares, distribuídos por balcões, cadeiras de plateia e camarotes. Em 1931, a estrutura levou obras, os equipamentos foram atualizados e o nome do espaço passou para Imperial Cinema. Na década de 80, foi perdendo público até fechar oficialmente as portas em 1987. Durante o início dos anos 90, funcionou como discoteca, que rapidamente também fechou, deixando o espaço completamente abandonado até hoje.

Cinema Pathé
Quando era o Imperial Cinema.