NiTfm live

Na cidade

O bairro da Mouraria vai ter um arraial ecológico

Toda a loiça será biodegradável e não haverá plástico descartável.
Este arraial é feito de materiais reciclados.

Junho é um mês de festa, de arraial, de marchas, de convívio e de sardinhas com a comemoração dos Santos Populares, mas a festa não tem de ser sinónimo do desperdício, de plástico e de lixo. 

Na Mouraria, o Arraial Composto começa a 31 de maio, organizado pela Associação Renovar a Mouraria. Todas as decorações da festa são construídas com materiais reutilizados, toda a loiça será biodegradável e não haverá plástico descartável. Para a organização, as palavras de ordem são “Repensar, Recusar, Reduzir, Reutilizar, Reaproveitar e Reciclar”.

Garrafas de água, sacos de plástico, copos de iogurtes, latas de refrigerantes, pacotes de leite, entre outras coisas, têm sido transformados em objetos decorativos nas oficinas que começaram em abril.

Estas iniciativas decorrem no âmbito de um projeto europeu de integração de mulheres migrantes — WEMIN —  desenvolvido em Lisboa pela Associação Renovar a Mouraria.

As oficinas são abertas ao público e a próxima é já no próximo sábado, 25 de maio, às 11 horas. Funcionará no Largo da Rosa, local onde se vai realizar o Arraial Composto.