NiTfm live

Na cidade

5 dicas para ter as férias perfeitas com o seu animal de estimação

Seja em viagens de carro, comboio ou avião, escolha sítios pet friendly e não se esqueça de fazer um seguro para os proteger.
Aproveite os momentos.

Se não se consegue separar do seu animal de estimação nem que seja por uns dias, este artigo é para si. As férias de verão já começaram e muito provavelmente ainda não conseguiu fazer uma viagem maior com a sua família — e levar o animal de estimação lá de casa dá tantas dores de cabeça que mais vale estar sossegado no sofá.

Nesta altura do ano, centenas de animais são abandonados em Portugal. Porém, isso não tem de acontecer. Há cada vez mais formas de garantir a segurança do seu animal de estimação, seja quando viaja consigo ou quando fica ao cuidado de empresas especializadas.

Se prefere a primeira hipótese, saiba que é cada vez mais fácil transportar o seu animal em segurança, seja de carro, comboio ou avião. Os cuidados têm de ser redobrados, claro, mas isso não significa que tenha de planear tudo sozinho. A NiT dá-lhe cinco dicas para poder levar consigo o seu animal de estimação numas férias em família.

1. Verifique se o animal tem as vacinas em dia

Antes de embarcar em viagens nacionais ou internacionais — de carro, comboio ou avião — é preciso reunir os comprovativos de vacinação e atestados de saúde fornecidos pelo veterinário. Se viaja em Portugal, verifique se na rede de prestadores do seu seguro existe algum profissional perto do destino escolhido. 

Também não se pode esquecer de pedir a identificação eletrónica do animal: o implante do microchip (obrigatório para cães). 

2. Tudo o que precisa de levar na mala

Os cães viajam presos com cintos de segurança próprios ou na bagageira aberta do carro, desde que esteja separada do habitáculo. Deve fazer paragens frequentes, de uma a duas horas, para ele poder brincar, beber água e comer.

Os gatos devem viajar na caixa de transporte bem presa com o cinto de segurança, para não oscilar muito. Convém que estejam familiarizados com a transportadora e que a reconheçam como um local onde possam esconder-se e sentir-se seguros. Também lhes deve oferecer água e, se a viagem for muito longa, deixe-os sair da caixa, dentro do carro e com as portas bem fechadas.

Ambos precisam dos seus produtos de cuidados de higiene: champô, escova para o pelo, trela (no caso dos cães), cama e brinquedos favoritos, bebedouro de viagem e comida. Além disso, não se esqueça dos sacos para os dejetos.

3. Leve todos os seus documentos 

Tal como todos nós, os animais devem estar devidamente identificados. Os seus donos são responsáveis por garantir que isso acontece. Assim, não se esqueça de levar uma pasta com todos os documentos do seu animal: o registo na Junta de Freguesia, o boletim de vacinas e o documento identificativo, uma espécie de cartão de cidadão para os animais.

Se viajar para fora de Portugal, o seu animal também precisa de um Passaporte de Animal de Companhia da União Europeia, emitido por um médico veterinário autorizado.

4. Reserve uma estadia pet friendly

Quer seja um alojamento num parque de campismo, num hotel ou numa casa alugada ou de familiares, não se esqueça de garantir que a presença do seu animal de estimação é aceite por todos. Quanto mais calma for esta mudança para o animal, melhor para si.

Além disso, se viajar para fora do País, verifique todas as condicionantes da entrada do animal no país de destino. Isto porque a legislação diverge muito e alguns locais exigem vistos específicos ou obrigam a um período de quarentena no aeroporto. Se viajar para fora de avião, leve o seu animal apenas e só quando a estadia for de longa duração — o stress do animal e as burocracias da viagem tendem a não compensar.

Os hotéis para animais também podem ser uma excelente alternativa — e se fizerem parte da rede de prestadores do seu seguro, melhor. É que assim pode ter acesso a várias vantagens como, por exemplo, descontos.

5. Faça um seguro para garantir que tudo corre bem (e evitar despesas inesperadas)

Por fim, aconselhamos que garanta a proteção completa do seu animal de estimação durante todo o ano com a ajuda de um seguro. Nestas alturas em que foge à rotina, é uma verdadeira mais valia. O seguro para cães e gatos “NET ANIMAIS DOMÉSTICOS” da MAPFRE Seguros, por exemplo, pode ser a solução perfeita.

Se por algum motivo tiver de levar o seu animal ao veterinário durante as férias, é bom saber que o seu orçamento continua controlado. Com o seguro para animais da MAPFRE, uma consulta de rotina para o seu animal de estimação num prestador da rede em horário normal vai custar, no máximo, 12,50€.

Além disso, este seguro de responsabilidade civil e saúde animal garante-lhe uma poupança até 50% no valor das despesas com o seu animal e uma redução de, pelo menos, 30% nas vacinas e em diversos serviços, como a desparasitação e a esterilização. Também lhe dá acesso a descontos em serviços como alimentação, banhos, tosquias, grooming, hotel, pet sitting, dog walking, e serviços de transporte.

Na MAPFRE Seguros pode simular o seu seguro online, através do número de telefone 808 100 200 ou da rede de mediadores e lojas MAPFRE Seguros. Basta dizer qual é a espécie do animal de estimação, todas as informações sobre o seu estado de saúde e os seus dados pessoais. Depois, só tem de escolher uma das opções de pagamento (mensal, trimestral, semestral ou anual).

Este artigo foi escrito em parceria com a MAPFRE Seguros.
Advertisement