Back in Town

14 coisas que precisa de saber sobre as mudanças no Metro de Lisboa

Vai haver quatro novas estações e uma nova ligação entre a linha Amarela e Verde, mas também uma estação de Arroios maior e a Baixa-Chiado com escadas rolantes mais modernas.

A linha Verde deverá ser circular em 2021.

Na estação de S. Sebastião, no átrio por cima do cais que segue em direção ao aeroporto, foi apresentada esta segunda-feira, 8 de maio, o plano de desenvolvimento operacional da rede do Metropolitano de Lisboa. E vêm aí (boas) novidades: além de remodelações em várias estações, o Rato e o Cais do Sodré vão passar a estar ligados. A conexão traz duas novas estações, na Estrela e em Santos.

A nova linha vai ter carruagens — seis, convém salientar —, a passar em hora de ponta de 3 minutos e 40 segundos. O projeto resulta de um investimento de 216 milhões de euros e vai tornar a linha Verde circular. A reformulação deverá estar terminada no final de 2021.

Também foi anunciado o prolongamento entre São Sebastião e Campo de Ourique. Por isso, vão ser criadas mais duas estações – uma nas Amoreiras, no cruzamento da Avenida Conselheiro Fernando de Sousa e a Avenida Engenheiro Duarte Pacheco; e em Campo de Ourique, na Escola de Saúde Pública Militar. O custo estimado deste prolongamento é de 186,7 milhões de euros e não há data prevista para a conclusão do projeto.

“É a primeira vez em muitos anos que temos uma conferência de imprensa não para anunciar cortes, mas para fazer precisamente o inverso”, disse o presidente da Câmara de Lisboa, Fernando Medina. “Estamos perante um dia único (…) passam oito anos desde que o governo decidiu a expansão do metro e 15 desde que foi anunciada a expansão do metro dentro do conselho de Lisboa. Foi tempo a mais.”

Além do plano de expansão, as estações de Arroios, Areeiro, Colégio Militar, Olivais e Baixa Chiado vão ser todas remodeladas. Também vai haver uma ligação pedonal subterrânea entre o Rato e as Amoreiras.

Carregue na imagem para saber tudo o que vai mudar no Metro de Lisboa.

Quero sugerir uma alteração ao texto ou enviar uma mensagem ao autor deste artigo