nittv

O que os miúdos acham dos êxitos dos anos 80

Pegámos em quatro crianças de 8 anos e mostrámos-lhes alguns êxitos musicais dos anos 80. “Baby Suicida”, de Adelaide ferreira, foi um sucesso.

Carlota, 8 anos

“As músicas agora têm mais estilo”, diz-nos Assunção, de oito anos. Aparentemente “O Corpo é que paga”, de António Variações, é cantado por uma mulher, “Chico Fininho”, de Rui Veloso, é jazz, “Contentores”, de Xutos & Pontapés tem um triângulo no meio dos instrumentos e “Baby Suicida”, é altamente divertida. Pelo menos segundo os miúdos que a NiT convidou para ouvir estas quatro canções dos anos 80.

À pergunta “achas que esta música é nova ou antiga?” as respostas não foram unânimes. Houve quem achasse que eram novas porque tinham guitarras, outros que eram antigas porque o som era mau. Também nenhum dos quatro foi capaz de perceber o refrão de “Chico Fininho”: chibirino, chervidinho, churo fininho?

Ainda assim, não há melhores reações do que as dos miúdos. Ora veja.

Quero sugerir uma alteração ao texto ou enviar uma mensagem ao autor deste artigo