Viagens

Viajar de avião em casulos transparentes pode ser o futuro depois da pandemia

Uma empresa italiana criou uma solução para tornar as viagens mais seguras durante e após a pandemia.
Bem-vindo ao futuro

Lutamos com o vizinho do lado pelos valiosos centímetros do apoio do braço, temos que encolher as pernas por causa do assento recostado da frente e ir à casa de banho pode ser um pesadelo. Viajar de avião é, por si só, um mal necessário — e daqui para a frente, o medo de infeção pode fazer com que a maioria simplesmente recuse fazê-lo.

A crise provocada pela pandemia tem afetado o setor da aviação, que tem quase todos os seus aviões parados. Uma possível solução para aliviar o stress dos viajantes pode estar na sugestão lançada pela Avio Interiors, empresa italiana que desenha o interior dos aparelhos.

O gabinete de design da empresa acaba de revelar os primeiros planos para os novos assentos, pensados para evitar ao máximo o contacto direto entre passageiros. Se o plano avançar, vamos passar a viajar numa espécie de casulos transparentes — tudo em nome do distanciamento social, ou melhor, do distanciamento possível.

Nas recriações apresentadas pela Avio Interiors, é possível ver painéis transparentes a separarem cada um dos lugares do avião, de forma a reduzir uma possível propagação de gotículas. A estratégia passa por resolver os problemas do distanciamento, sem ter que recorrer a uma redução do número de lugares em cada aparelho.

Estes painéis protetores, apelidados de Glassafe, são feitos de material transparente para permitir a circulação da luz e não tornar o ambiente demasiado pesado.

Outra das soluções propostas é a de colocar os assentos do meio na direção oposta aos restantes, isolando ainda mais cada passageiro dos vizinhos do lado.

O assento invertido chama-se Janus

Apesar de operar uma espécie de revolução na disposição e design das cabines, a empresa não revelou que impactos é que uma mudança desta magnitude poderá implicar, por exemplo, nos planos de emergência e evacuação de um avião.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

NiTfm

AGENDA NiT