Viagens

Governo vai nacionalizar a TAP

Segundo o "Expresso", a decisão surge devido à ausência de entendimento quanto ao empréstimo à companhia.
Foto de TAP Portugal.

A TAP vai mesmo ser nacionalizada, adianta o “Expresso” esta terça-feira, 30 de junho. A decisão terá surgido depois de uma ausência total de acordo entre o Estado e os acionistas privados, face ao empréstimo de 1,2 mil milhões de euros à companhia aérea.

Segundo avança a edição online do jornal, a administração da Atlantic Gateway (detida por David Neeleman e Humberto Pedrosa, que controla 45% da TAP), inviabilizou a aprovação do empréstimo do Estado à companhia aérea num encontro na segunda-feira à noite.

Esta recusa terá levado a uma situação de “rutura” com o Governo e à decisão da nacionalização. O diploma deverá agora seguir para a Presidência do Conselho de Ministros.

O governo já reagiu, ainda que não diretamente a este avanço do “Expresso”. Citado pela SIC Notícias, o ministro das Infraestruturas e da Habitação, Pedro Nuno Santos, a falar na comissão Parlamentar da Economia, frisou que “é um desastre do ponto de vista económico e social o País perder a TAP” e lembrou que a companhia paga 300 milhões de euros em impostos e contribuições e tem um impacto direto tremendo na economia nacional.

“A TAP é fundamental”, e “todos temos a obrigação de explicar ao povo português a importância da TAP”, acrescentou ainda o ministro, frisando a importância de reestruturar a companhia aérea portuguesa. 

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT