Viagens

Luxemburgo pode ser o primeiro país com transportes públicos gratuitos

Desde agosto que os jovens com menos de 20 anos não pagam e agora a decisão pode aplicar-se a toda a população.

Imagine um mundo em que não teria de pagar nada para utilizar os transportes públicos — era bom, não era? Ainda não chegámos a esse ponto, mas um país já deu o primeiro passo. Desde 1 de agosto que Luxemburgo decidiu que os jovens com menos de 20 anos, sejam ou não estudantes, podem andar nos transportes gratuitamente. Agora, existe a possibilidade de esta ser uma regra para toda a população.

O objetivo é que, a partir do próximo verão, ninguém tenha de pagar para viajar nos comboios, elétricos e autocarros do grão-ducado.

A medida vai ser implementada pelo Governo de coligação do primeiro-ministro, Xavier Bettel, que foi reeleito e tomou posse esta quarta-feira, 5 de dezembro. A razão foi clara: a necessidade de preservar o meio ambiente. É que a capital luxemburguesa tem cerca de 100 mil pessoas, mas as que se deslocam para lá diariamente são mais de 400 mil.

Desta forma, espera-se que a população opte por deslocar-se de transportes públicos em vez de utilizar o carro.

De acordo com o jornal “The Guardian“, um estudo realizado em 2016 estima que os condutores ficaram, em média, 33 horas retidos em filas de trânsito na Cidade do Luxemburgo, durante aquele ano.

Na Estónia, os transportes públicos já são gratuitos na capital, Tallinn, desde 2013. Em julho, a medida foi alargada às regiões que mostraram interesse neste método. Porém, das 15 regiões que formam o país, três quiseram manter o serviço pago.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

NiTfm

AGENDA NiT