viagens

British Airways salva 50 cães e gatos abandonados por causa da Covid-19

A companhia aérea levou os animais do Chipre até ao Reino Unido para serem adotados por famílias em todo o país.
Foram transportados 14 gatos.

Há voos de repatriamento e depois há os que salvam animais. A British Airways viajou do Chipre até ao Reino Unido com 50 cães e gatos a bordo. Tinham sido abandonados devido à crise causada pela Covid-19. Vão ser agora adotados por famílias em todo o país.

A viagem fez-se entre Larnaca, no Chipre, e o aeroporto de Heathrow, em Londres. Todos os animais, 36 cães e 14 gatos, foram acondicionados em caixas próprias e receberam tratamento especial durante todo o voo. Instituições de caridade do Chipre ajudaram a recolher os animais que tinham sido abandonados na rua durante as últimas semanas.

Foram salvos 36 cães.

O voo de carga transportou ainda material médico e alguns alimentos. Assim que chegaram a Londres, os cães e gatos foram encaminhados para um canil em Gatwick. Aqui foram depois recolhidos já por famílias, mas também por outros centros de apoio privados.

“Além de trazer alimentos neste voo, tivemos o prazer de apoiar esta missão de trazer novos membros para as famílias do Reino Unido, para lhes oferecer a hipótese de uma vida melhor e mais confortável com os novos donos”, explicou ao “DailyMail” Paul Walker-Northwood, um dos membros da tripulação.

“Estamos muito orgulhosos de fazer parte da entrega desses animais de estimação para uma nova casa”, disse Mark Andrew, o CEO da Airbridge International Agencies, a empresa que assegurou a carga do avião.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

NiTfm

AGENDA NiT