Na cidade

O programa Porta 65 já vai até aos 35 anos

  Foi também aprovado o aumento da comparticipação mensal em casos específicos como de deficiência permanente.

A idade pode ser flexível até aos 37 anos.

O programa de apoio ao arrendamento jovem Porta 65, lançado em 2007, ficou com a idade máxima dos beneficiários alargada de 30 para 35 anos. Para quem não conhece, o Porta 65 é um programa que pretende promover a emancipação dos jovens e o arrendamento urbano, comparticipando uma parte do valor mensal da renda durante 12 meses, que pode ser renovado até um máximo de 36 meses. 

A proposta foi aprovada esta quinta-feira pelos deputados do grupo de trabalho de habitação, que para além do alargamento de idade, votaram outras alterações.

Assim, foram aprovados aumentos na comparticipação em caso de deficiência permanente com um grau de incapacidade igual ou superior a 60% e também no caso de haver filhos ou outros dependentes a cargo. De acordo com outros projetos apresentados, estas situações podem sofrer um aumento do apoio mensal de 15% no primeiro caso, e 20% no segundo. Mas como são alterações a nível orçamental só podem entrar em vigor com o Orçamento de Estado de 2018. 

A idade máxima acaba também por ser flexível até aos 37 anos caso se trate de um casal e um dos elementos tenha a idade regulamentar – igual ou superior a 18 anos e inferior a 35 anos.

As candidaturas ao Porta 65 são feitas online, exclusivamente no Portal da Habitação. Para tal basta o número de identificação fiscal e uma senha de acesso que pode obter no Portal das Finanças antes de realizar a candidatura. 

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

NiTfm

AGENDA NiT