Na cidade

Vêm aí visitas exclusivas aos locais proibidos dos parques e palácios de Sintra

A iniciativa "Visitas aos Bastidores" decorre de julho a setembro e as inscrições serão limitadas.
Vai conhecer os bastidores do Palácio da Pena.

Conhecer espaços inacessíveis ao público e ouvir histórias nunca antes contadas sobre parques e palácios históricos do País. Esta é a grande proposta da Parques de Sintra para este verão.

A iniciativa exclusiva, chamada “Visitas aos Bastidores”, vai acontecer de julho a setembro, e incluirá um programa de visitas guiadas aos parques e palácios sob a gestão da empresa como, por exemplo, o Palácio e o Parque da Pena, o Palácio de Queluz, o Castelo dos Mouros, o Convento dos Capuchos, o Palácio Nacional de Sintra ou o Parque de Monserrate.

Guiadas por especialistas que trabalham diariamente nos bastidores dos vários espaços, as visitas prometem desvendar todos os segredos da sua história. Elas terão uma duração de cerca de duas horas e serão realizadas por técnicos de várias áreas, que se dedicam à investigação e aos projetos de recuperação e conservação do património gerido pela Parques de Sintra.

Há, por exemplo, especialistas em engenharia, arquitetura, arquitetura paisagista, museologia, arqueologia, conservação e restauro e biologia. De julho a setembro estão então marcadas 12 visitas, todas aos sábados, das 10 às 12 horas. As inscrições devem ser feitas previamente, até porque as entradas serão limitadas a apenas 10 pessoas.

A primeira visita está marcada para 4 de julho, o próximo sábado. Chama-se “Vidas Ocultas” e foca-se nos espaços mais escondidos e enigmáticos, nos aposentos resguardados e nas áreas privadas dos serviçais do Palácio Nacional de Sintra. 

No sábado seguinte, 11 de julho, é o dia de visitar os aposentos da rainha D. Maria Pia no Paço de Sintra. E a 18 de julho pode conhecer o Caminho das Cruzes, isto é, o caminho que os peregrinos faziam até ao convento do Parque de Monserrate. A 25 de julho vai poder conhecer a estreita escada em caracol do Palácio Nacional da Pena — com uma vista de sonho através da Torre do Relógio.

A 1 de agosto vai poder saber tudo sobre as difíceis obras de restauro do Convento dos Capuchos; e a 8 de agosto está marcada a visita ao Palácio Nacional de Sintra, que vai revelar como a junção de várias “casas” e paços de diferentes épocas deu origem ao que hoje é conhecido como o Paço de Sintra.

Depois, no sábado seguinte, 22 de agosto, a visita ao Palácio Nacional de Queluz propõe a descoberta dos sistemas hidráulicos que permitiram alimentar e animar todos os espaços com água. Além disso, será possível subir ao topo da grande cascata do palácio.

A 29 de agosto é o dia da visita à floresta incrível da Tapada de Monserrate. No primeiro sábado de setembro, dia 5, a visita “No interior da cúpula: as reservas do Palácio Nacional da Pena” dá a conhecer as preciosas reservas encerradas no interior da cúpula da torre amarela deste palácio, o que permitirá o contacto com peças normalmente vedadas e objetos que nunca estiveram expostos.

A 12 de setembro, no Palácio de Queluz, será possível saber tudo sobre as sobremesas favoritas dos monarcas portugueses no século XVIII; e que utensílios foram inventados nesta época para servir à mesa os alimentos exóticos que chegavam à Europa.

A visita “Labirintos Subterrâneos” no Parque da Pena, a 19 de setembro, vai levar um grupo de pessoas à descoberta da rede de minas de água que percorre o interior da serra de Sintra. E, por fim, a 26 de setembro, é a vez de ir até ao Castelo dos Mouros para revelar os vestígios da passagem dos povos pela encosta da serra.

A visita guiada tem o custo de 30€ por participante. Caso queira ir acompanhado pela sua família (2 adultos e 2 crianças até aos 12 anos), o preço total fica a 60€. As reservas podem ser feitas através do email info@nullparquesdesintra.pt ou do número de telefone 21 923 73 00.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT