Na cidade

A Universidade portuguesa que prepara os estudantes para um mercado global

A Universidade Europeia assenta o seu projeto educativo num modelo académico voltado para o mundo real, onde se simula o ambiente vivido nas empresas.
É uma nova fase da vida de muitos jovens.

Está prestes a começar um dos momentos mais entusiasmantes no percurso de todos os finalistas do ensino secundário. Outubro marca uma nova fase, com a entrada na universidade, novas realidades, amigos que muitas vezes ficam para a vida e, sobretudo, o primeiro passo para o resto da vida.

Além das carreiras académicas, muitos jovens enfrentam outro desafio: viver sozinhos, longe de casa e numa cidade desconhecida. Lisboa é um destes principais destinos, e é justamente nesta cidade que se encontra a Universidade Europeia, com uma oferta formativa muito ampla e em áreas tão distintas como Gestão, Direito, Turismo, Hospitalidade, Desporto, Psicologia, Design, Tecnologia e Comunicação.

“Vai mais à frente”, a campanha lançada este ano pela Universidade Europeia, centra a sua mensagem no modelo académico, assente na tecnologia, na prática e na proximidade ao mercado de trabalho. É, no fundo, um modelo que prepara os estudantes com as competências necessárias para superarem os verdadeiros desafios das profissões que terão de desempenhar no futuro.

Ao estudar na Universidade Europeia, terá um ensino super prático. Poderá resolver casos reais, projetos com empresas ou ter acesso a laboratórios específicos e a softwares utilizados no dia a dia pelos profissionais. Existe ainda a possibilidade de fazer um grau duplo, isto é, tirar duas licenciaturas ao mesmo tempo.

A Universidade Europeia tem na sua génese a internacionalidade e é por essa razão que também é possível tirar uma licenciatura global. Estas licenciaturas, lecionadas totalmente em inglês, permitem aos estudantes viver uma experiência internacional única e inesquecível. Um semestre numa universidade de grande prestígio na Europa ou nos Estados Unidos. São elas a Califórnia Riverside, a PACE Lubin School of Business (nos Estados Unidos), a City Dublin (Irlanda) ou a CETT (em Barcelona, Espanha).

Devido ao modelo académico diferenciador e prático, os graduados da UE estarão certamente preparados para os desafios profissionais futuros. Aliás, este é um dos principais motivos para o facto de os antigos alunos terem uma taxa de empregabilidade de 96 por cento. Segundo a Infocursos, nas licenciaturas em Turismo e Hotelaria, áreas de liderança da Universidade Europeia, a taxa de empregabilidade atinge mesmo os 97,3 por cento.

As quatro faculdades da Universidade Europeia — Faculdade de Ciências Empresariais e Sociais; Faculdade de Turismo e Hospitalidade; Faculdade de Ciências da Saúde e do Desporto; e o IADE – Faculdade de Design, Tecnologia e Comunicação — estão distribuídas por três campus na cidade de Lisboa, que ficam na Quinta do Bom Nome, Lispolis e em Santos.

Para conhecer todos os cursos disponíveis e a informação sobre as candidaturas para uma destas faculdades, basta ir ao site da UE.

Este artigo foi escrito em parceria com a Universidade Europeia.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

NiTfm

AGENDA NiT