Na cidade

Ministra diz que novos casos em Lisboa não estão relacionados com transportes públicos

Marta Temido afirmou ainda que foi assinado um despacho para exigir um teste às pessoas de determinadas origens que entrem em Portugal.
A ministra desvaloriza.

Os transportes públicos não estão associados a nenhum dos novos casos de infeção na região de Lisboa e Vale do Tejo (LVT). A garantia foi dada esta quarta-feira, 1 de julho, pela ministra da Saúde em comissão parlamentar.

Segundo a Lusa, a questão dos transportes públicos foi levantada pelos partidos da oposição, nomeadamente o PSD, que sugeriu que se retirem impostos sobre os táxis e que a empresa municipal EMEL deixe de cobrar estacionamento para facilitar a mobilidade dos cidadãos na área de Lisboa, a mais afetada por novos casos de Covid-19.

Marta Temido negou que haja uma ligação entre os novos surtos de Lisboa e os transportes. “Os transportes públicos não estão associados a nenhum dos novos casos de infeção”, afirmou a ministra da Saúde na comissão parlamentar de Saúde.

Além disso, em resposta a outras questões, afirmou ainda que foi assinado esta quarta-feira um despacho conjunto para exigir um teste negativo às pessoas que entrem em Portugal provenientes de “determinadas origens”, sem adiantar mais detalhes.

 

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

NiTfm

AGENDA NiT