Na cidade

Acesso às praias da Arrábida vai passar a ter ainda mais restrições este verão

O projeto "Arrábida Sem Carros" vai estar em vigor durante a época balnear – entre 13 de junho e 15 de setembro.
As restrições vão começar.

Implementado em 2018, o projeto que quer acabar com a circulação de carros pelas encostas da Arrábida, em Setúbal, foi criticado por uns e elogiado por outros, tendo em conta o verdadeiro caos que acontece nos acessos às praias da região sempre que o bom tempo chega.

Este ano, devido ao surto do novo coronavírus, a Câmara Municipal aproveitou para tornar as medidas de restrição ainda mais apertadas – e assegurar o circuito e acesso através dos transportes públicos. Assim, a partir de 13 de junho, e até 15 de setembro, o acesso às praias da Arrábida, em Setúbal, vai estar completamente condicionado.

Será então completamente proibida a circulação de carros entre os parques de estacionamento da praia da Figueirinha e o Creiro, entre as 8 e as 20 horas. Apenas será permitida a passagem a transportes públicos, veículos de emergência e residentes. O acesso ao Portinho da Arrábida, a não ser para embarcações e proprietários de estabelecimentos comerciais e alojamentos locais, também estará cortado diariamente, das 8 às 19 horas.

Uma das novidades do projeto para 2020 é o corte da circulação rodoviária no acesso à Praia de Albarquel, no período entre as 8 e as 20 horas. Com estes troços livres durante o dia será possível evitar os congestionamentos de trânsito provocados pelo estacionamento desordenado, de forma a permitir a circulação de viaturas de emergência em caso de acidente ou de um incêndio na serra da Arrábida. Passarão também os transportes públicos regulares, coletivos e escolares em serviço, de tomada e largada de passageiros, motas, táxis e viaturas ao serviço das plataformas TVDE.

Assim, a Câmara Municipal volta a apostar nas deslocações de pessoas para as praias da Arrábida em transportes públicos coletivos, com ligações a partir de Setúbal e de Azeitão. Este ano, obviamente, com ajustes no serviço devido à pandemia de Covid-19. Este reforço tem como objetivo cumprir as medidas de segurança propostas pela Direção-Geral da Saúde.

O ano passado, em maio, estava assim.

Inclui-se, por exemplo, a promoção do distanciamento social, o cumprimento da lotação de dois terços nas viaturas, o uso obrigatório de máscara de proteção e a limpeza e desinfeção obrigatória das carreiras. Para evitar aglomerações, será reforçada a oferta dos transportes que fazem a ligação de Setúbal à Figueirinha.

Estão a ser também melhoradas as condições das paragens, com locais para as pessoas estarem à sombra, e reforçados os serviços nas horas de ponta – sobretudo ao final da tarde. Entre as várias carreiras, destaca-se o vai-vem gratuito entre a Figueirinha e o Creiro, que faz a ligação a partir da Praia da Figueirinha, com paragem nas praias de Galapos, Galapinhos e Creiro. Este transporte tem um funcionamento contínuo, de 20 em 20 minutos, entre as 9 horas e as 19h30.

Os parques de estacionamento das várias praias continuarão a funcionar. Na Figueirinha, por exemplo, mantém-se em utilização o parque descoberto junto da praia, com lotação de 230 lugares. As tarifas são cobradas de 1 de junho a 30 de setembro, entre as 8 e as 19 horas, com custos variáveis consoante o dia da semana e as épocas baixa (1 a 30 de junho; 1 a 30 de setembro) e alta (1 de julho a 31 de agosto). No parque da praia do Creiro, onde existem 200 lugares de estacionamento, o valor cobrado é de 4€ por dia, entre as 8h e as 18 horas.

Deixar o carro nas bermas das faixas de rodagem é completamente proibido. A autarquia aconselha-o a consultar previamente a aplicação InfoPraia, criada pela Agência Portuguesa do Ambiente, para que possa ver, antes de se deslocar à Arrábida, se a praia está com uma ocupação plena, elevada ou baixa.

Além do “Arrábida Sem Carros”, a autarquia está a implementar um conjunto de novas práticas, incluídas no manual “Ir à praia em segurança”, que tem como objetivo evitar o risco de contágio e aumentar o controlo da crise sanitária.

O projeto “Praia para Todos”

Com o objetivo de apoiar pessoas com mobilidade reduzida e invisuais na utilização dos novos equipamentos e renovadas instalações nas praias de Figueirinha e de Albarquel, o município está a dinamizar, em parceria com o Instituto Politécnico de Setúbal, o projeto social “Praia para Todos”.

Este novo projeto vai garantir o apoio especializado a todos os cidadãos que frequentem as praias, entre 13 de junho a 31 de setembro, das 9 às 14 horas. E será feito por alunos do IPS com formações em fisioterapia, enfermagem, terapia da fala, desporto, animação e intervenção sociocultural.

O projeto “Praia para Todos” será dinamizado na sequência de um investimento da autarquia nestas zonas balneares para melhorar as condições de oferta turística inclusiva.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

NiTfm

AGENDA NiT